Prime Time

seg - sex

Apresentação

Ao vivo

A seguir

    Empresários fazem abaixo-assinado contra apoio do Brasil à investigação de Israel por genocídio

    Processo foi iniciado pela África do Sul e corre na Corte Internacional de Justiça

    Da CNN

    Empresários e diversas personalidades brasileiras fizeram um abaixo-assinado contra o apoio do Brasil ao processo iniciado pela África do Sul para investigar Israel por suposto genocídio na Faixa de Gaza.

    A apuração corre na Corte Internacional de Justiça. Além do Brasil, outros países da América Latina e da Liga Árabe também apoiaram a resolução sul-africana.

    No abaixo-assinado, endereçado ao presidente Luiz Inácio Lula da Silva (PT), indicam que não seja a percepção geral dos brasileiros de que Israel esteja cometendo genocídio.

    Ressaltando que o apoio à investigação pode gerar “visão distorcida dos eventos, simplificando uma realidade complexa”, pedem que o governo reconsidere a posição, adotando abordagem “justa e equilibrada”.

    Entre as personalidades que assinaram a carta, estão: Luiza Trajano, presidente do conselho de administração da Magazine Luiza; Natalia Pasternak, microbiologista; Artur Grynbaum, vice-presidente do conselho do Grupo Boticário; Ellen Gracie, ex-ministra do Supremo Tribunal Federal; Fabio Coelho, presidente do Google Brasil; Claudio Lottenberg, presidente do conselho da Sociedade Beneficente Israelita Brasileira Albert Einstein e da Confederação Israelita do Brasil; Sergio Zimerman; CEO da rede Petz; Roberto Giannetti da Fonseca; economista e empresário; Walter Schalka, presidente da Suzano; Fábio Colletti Barbosa, CEO da Natura; e Bruna Lombardi, atriz.

    Leia o abaixo-assinado na íntegra:

    Prezado Presidente Luiz Inácio Lula da Silva,

    Nós, cidadãos preocupados, expressamos nosso descontentamento com a decisão do governo brasileiro de apoiar a ação da África do Sul contra Israel na Corte Internacional de Justiça. Compreendemos a complexidade da situação em Gaza e o sofrimento da população local. No entanto, é imperativo avaliar todos os aspectos antes de endossar tal iniciativa, principalmente quando se trata da séria acusação de genocídio.

    Genocídio, por definição, implica a intenção de exterminar pessoas com base em nacionalidade, raça, religião ou etnia. Não acreditamos que seja sua visão ou a percepção geral dos brasileiros que Israel tenha tal objetivo. Pelo contrário, reconhecemos que o conflito teve início com um ataque terrorista do Hamas, que declaradamente busca a eliminação de Israel e de seu povo.

    O Hamas utiliza civis como escudos humanos e mantém reféns inocentes, o que contribui significativamente para a complexidade e gravidade da situação em Gaza. Ao apoiar o pedido da África do Sul, o Brasil pode inadvertidamente reforçar uma visão distorcida dos eventos, simplificando uma realidade complexa.

    Instamos, portanto, uma reconsideração desse apoio e a adoção de uma abordagem justa e equilibrada. Enquanto buscamos aliviar o sofrimento em Gaza, é crucial pressionar não apenas Israel, mas especialmente o Hamas, para que cesse o uso de escudos humanos e liberte os reféns. A responsabilidade pela situação deve ser atribuída a todas as partes envolvidas, sem acusações infundadas, como a de genocídio praticado por Israel.

    Apelamos por uma atitude que promova a verdade, a justiça e um ambiente propício para negociações de paz duradouras.

    Brasil, 15 de janeiro de 2024

    Charles Laganá Putz

    Betânia Tanure

    Bruna Lombardi

    Claudia Sender Ramirez

    Ellen Gracie

    Emilia Buarque

    Luiza Helena Trajano

    Natalia Pasternak

    Patricia Rieper Leandrini Villela Marino

    Sonia Hess

    Marco Antonio Suplicy

    Cecilia Dale

    Marcello Brito

    Malvina Muszkat

    Bernardo Parnes

    Maria Elena Cardoso Figueira

    Christian Lohbauer

    Susana Muszkat

    Leonardo Viegas

    Tania Casado

    Ingrid Frare

    Artur Grynbaum

    Monica Rosenberg

    Carlos Alberto Júlio

    Fabio Coelho

    Rubens Panelli Junior

    André Magalhães Pinto

    Marco Antônio Tofanelli

    José Jacobson Neto

    Claudio Raupp

    Mario Anseloni

    Cassiano Scarambone

    Oscar Vaz Clarke

    Milton Longobardi

    Roberto Oliveira Lima

    Rômulo de Mello Dias

    Sergio de Nadai

    Paulo Fagundes de Lima

    João Olyntho

    Roger Ingold

    Pedro Pace

    Marcos Gouvêa de Souza

    Roberto Giannetti da Fonseca

    Paulo Kakinoff

    Armando Henriques

    Humberto Pandolpho

    Antonio Rios

    Carlos Foz

    Handerson Castro

    Milton Isidro

    Sidney Klajner

    Cesar Alberto Ferreira

    Helio Ribeiro Duarte

    Abramo Douek

    Manoel Conde

    Leon Tondowski

    Georges Schnyder

    Fernando Terni

    Wilson Roberto Levorato

    Gil Morgensztern

    Walter Schalka

    Paulo Meirelles

    Piero Minarde

    Rodrigo Abreu

    Patrice Etlin

    Alex Szapiro

    Juarez José Zortéa

    Sergio Cipovicci

    João Rodarte

    Israel Aron Zylberman

    Valmir Pedro Rossi

    João Pedro Paro Neto

    Marcos Knobel

    Alexandre Senra

    Jorge Cavalcanti de Petribú

    Guilherme de Noronha Dale

    Claudio Lottenberg

    Norberto Birman

    Angelo Augusto de Campos Neto

    Alexandre Foschine

    Avi Gelberg

    Raul Doria

    Roberto Klabin

    Sergio Degese

    Rui Aquino

    Ricardo Bloj

    Thomas Brull

    Renato Velloso

    Francisco Carlos Mazon

    Claudio Carvalho

    Helio Rotenberg

    Wilson Ferreira Jr

    Sergio Zimerman

    Dirley Pingnatti Ricci

    Antonio Rubens Silvino

    Milton Steagall

    Armando Aguinaga Lowndes de Souza Pinto

    Robert Wong

    João Alceu Amoroso Lima

    Welder Motta Peçanha

    Fernando Biancardi Cirne

    Refuah Shlêma

    Kol Hakavod

    Jean Grinfeld

    Thais Blucher

    Luiz Paulo Grinberg

    Luiz Paulo de Azevedo Barbosa

    Angelo Tadeu Derenze

    Filinto Moraes

    Marcelo Fernandes

    Fatima Zorzato

    Daniel Méndez

    General Francisco Carlos Modesto

    Moises Cohen

    Gilson Finkel

    Renato Veloso

    Dorival Dourado

    Marcelo Araujo

    Fábio Colletti Barbosa