Prime Time

seg - sex

Apresentação

Ao vivo

A seguir

    Enchentes deixam mais de 400 mortos na República Democrática do Congo

    Vilarejos de Bushushu e Nyamukubi, na região leste do país, foram inundados na quinta-feira após dias de chuva torrencial que causaram deslizamentos de terra e transbordamento de rios 

    Cidadãos resgatam pertences em meio a destroços após enchentes, em Nyamukubi, República Democrática do Congo
    Cidadãos resgatam pertences em meio a destroços após enchentes, em Nyamukubi, República Democrática do Congo REUTERS/Stringer

    Da Reuters

    Kinshasa

    O número de mortos em enchentes que devastaram dois vilarejos no leste da República Democrática do Congo na semana passada mais do que dobrou, para 401, disse um governador de província nesta segunda-feira (8), tornando-se um dos desastres naturais mais letais na história recente do país.

    Mais corpos estavam sendo recuperados nesta segunda-feira, somando-se às dezenas de outros que foram embrulhados em sacos e empilhados em valas comuns no fim de semana, disseram fontes da sociedade civil.

    Os vilarejos de Bushushu e Nyamukubi no território de Kalehe, província de Kivu do Sul, foram inundados na quinta-feira depois que dias de chuva torrencial causaram deslizamentos de terra e transbordaram rios.

    Ao menos 176 pessoas foram declaradas mortas na sexta-feira, enquanto trabalhadores humanitários vasculhavam os vilarejos devastados para recuperar corpos cobertos de lama dos escombros, com centenas de pessoas ainda desaparecidas.

    O governador de Kivu do Sul, Theo Ngwabidje Kasi, disse nesta segunda-feira que o número de mortos agora é 401. Ele não forneceu mais detalhes.

    “É a pior enchente que já tivemos”, afirmou o representante da sociedade civil Christian Zihindula Bazibuhe, acrescentando que corpos ainda estavam flutuando no lago Kivu.

    As temperaturas mais altas devido às mudanças climáticas estão aumentando a intensidade e a frequência das chuvas na África, de acordo com especialistas em clima da Organização das Nações Unidas (ONU).

    (Reportagem de Sonia Rolley, Ange Kasongo e Paul Lorgerie)