Prime Time

seg - sex

Apresentação

Ao vivo

A seguir

    Estrela do basquete Brittney Griner chega aos EUA após ser libertada de prisão russa

    Jogadora da WNBA foi trocada por um prisioneiro russo; avião pousou em San Antonio, no Texas, no início desta sexta

    Tina Burnsideda CNN

    O avião que transportava a estrela do basquete norte-americano Brittney Griner chegou ao Kelly Field de San Antonio, no Texas, nos Estados Unidos, no início desta sexta-feira (9), um dia após ela ter sido liberta de uma prisão russa.

    A atleta do Phoenix Mercury, da WNBA, passou 10 meses atrás das grades na Rússia antes de ser liberta em uma troca de prisioneiros  que envolveu o traficante de armas russo condenado Viktor Bout, que também retornou a seu país de origem.

    Brittney Griner, que jogava por um time russo nos períodos fora da temporada regular da WNBA, estava detida desde fevereiro, quando as autoridades de um aeroporto na área de Moscou a encontraram com menos de um grama de óleo de cannabis em sua bagagem.

    Ela acabou condenada por acusações de contrabando de drogas e sentenciada a nove anos de prisão. Em novembro, ela foi transferida para uma colônia penal para cumprir sua pena.

    De acordo com John Kirby, porta-voz do Conselho de Segurança Nacional dos EUA, a primeira parada de Brittney Griner em solo americano provavelmente será em uma instalação de tratamento médico.

    Griner também pode participar de um Programa do Departamento de Defesa conhecido como PISA (Atividades de Apoio Pós-Isolamento) para ajudá-la a se adaptar de volta à vida normal.

    Americanos detidos no exterior, como o veterano do Corpo de Fuzileiros Navais Trevor Reed e os sete americanos que retornaram da Venezuela em outubro, também participaram do PISA.

    O enviado presidencial especial para assuntos de reféns, Roger Carstens, que viajou com Griner, confirmou sua chegada na manhã desta sexta-feira no Twitter.

    Este conteúdo foi criado originalmente em inglês.

    versão original