EUA anunciam US$ 215 milhões em assistência alimentar de emergência para Ucrânia

Secretário de Estado dos Estados Unidos pediu que países ajudem com crise alimentar global causada pelo confronto com a Rússia

Secretário de Estado dos EUA, Antony Blinken
Secretário de Estado dos EUA, Antony Blinken Brendan Smialowski/Pool via REUTERS (02.mai.2022)

Kylie AtwoodHaley Burtonda CNN

Ouvir notícia

O secretário de Estado dos EUA, Antony Blinken, anunciou que o país daria US$ 215 milhões adicionais em nova assistência alimentar de emergência à crise na Ucrânia e pediu a outros países que ajudassem rapidamente a crescente crise alimentar global devido à invasão da Ucrânia pela Rússia.

“Hoje, dada a urgência da crise, estamos anunciando outros US$ 215 milhões em nova assistência alimentar de emergência e faremos muito mais”, disse Blinken nas Nações Unidas na quarta-feira (18) durante uma reunião ministerial sobre segurança alimentar global.

“Esperamos que nosso Congresso muito em breve aprove aproximadamente US$ 5,5 bilhões em financiamento adicional para assistência humanitária e segurança alimentar”.

Blinken também disse que os EUA estariam comprometendo US$ 500 milhões para aumentar a produção americana de fertilizantes. Isso ocorre, pois há uma necessidade crescente de fertilizantes em países que tradicionalmente a obtiveram da Rússia, que é o maior exportador mundial.

E o custo do fertilizante, essencial para que os agricultores atinjam suas metas de produção para as culturas, também aumentaram, pois a produção na Europa também caiu graças ao preço crescente do gás natural-um ingrediente-chave em fertilizantes à base de nitrogênio como a ureia.

Blinken pediu outros países que tenham fertilizantes e grãos, que também enfrentam escassez global por causa da guerra da Ucrânia, para ajudar rapidamente com essa crescente crise.

“O custo de fazer negócios para organizações vitais como o programa mundial de alimentos, a organização alimentar e agrícola, Unicef e outros, o custo de fazer negócios está aumentando. Temos que ajudá-los a continuar a fazer seus negócios ”, disse Blinken.

“Em particular, os países com reservas significativas de grãos e fertilizantes, bem como aqueles com recursos financeiros, precisam intensificar e fazê-lo rapidamente. Os Estados Unidos anunciaram mais de US$ 2,3 bilhões em novo financiamento para assistência alimentar de emergência para atender às necessidades humanitárias globais desde a invasão da Ucrânia pela Rússia.”

Este conteúdo foi criado originalmente em inglês.

versão original

Mais Recentes da CNN