Prime Time

seg - sex

Apresentação

Ao vivo

A seguir

    EUA avaliam resposta do Hamas a proposta de cessar-fogo em Gaza, diz Casa Branca

    Plano prevê libertação de reféns e prisioneiros, fim dos combates e reconstrução de território palestino

    Porta-voz do Conselho de Segurança Nacional, John Kirby
    Porta-voz do Conselho de Segurança Nacional, John Kirby 17/02/2023REUTERS/Evelyn Hockstein

    Da Reuters

    Washington

    Os Estados Unidos estão avaliando a resposta formal do Hamas a uma proposta de cessar-fogo em Gaza, disse o porta-voz da Casa Branca, John Kirby, nesta terça-feira (11).

    O porta-voz da Casa Branca, disse em uma reunião virtual com repórteres, que era útil ter uma resposta do Hamas e que as autoridades dos EUA estavam trabalhando na questão.

    Plano de cessar-fogo

    A proposta anunciada por Joe Biden prevê um cessar-fogo e a libertação gradual de reféns israelenses em Gaza em troca de palestinos presos em Israel, levando, em última análise, ao fim permanente da guerra.

    Este seria um plano de três fases, começando com um cessar-fogo de seis semanas com uma retirada militar israelense de áreas povoadas de Gaza e a libertação de alguns reféns, enquanto “um fim permanente às hostilidades” é negociado por meio de mediadores.

    Por meses, negociadores dos EUA, Egito e Catar têm tentado mediar um cessar-fogo no território de 2,3 milhões de pessoas.

    Israel está atacando o Hamas, que governa Gaza, por um ataque em 7 de outubro. Mais de 1.200 pessoas foram mortas e mais de 250 foram feitas reféns pelo grupo armado naquela data, de acordo com contagens israelenses.

    Acredita-se que mais de 100 reféns permaneçam em cativeiro em Gaza.

    Israel lançou ataque aéreo, terrestre e marítimo ao território palestino, matando mais de 37 mil pessoas, de acordo com autoridades de saúde de Gaza.