Prime Time

seg - sex

Apresentação

Ao vivo

A seguir

    EUA dizem a seus cidadãos para saírem da Rússia imediatamente

    O último aviso público foi em setembro passado, depois que o presidente Vladimir Putin ordenou uma mobilização militar parcial

    Guy Faulconbridgeda Reuters

    Os Estados Unidos disseram a seus cidadãos que deixem a Rússia imediatamente devido à guerra na Ucrânia e ao risco de prisão ou assédio arbitrário por parte das agências de aplicação da lei russas.

    “Os cidadãos americanos que residem ou viajam na Rússia devem partir imediatamente”, disse a embaixada dos Estados Unidos em Moscou. “Exercer maior cautela devido ao risco de detenções injustas.”

    “Não viajem para a Rússia”, disse a embaixada.

    Os Estados Unidos advertiram repetidamente seus cidadãos para que deixassem a Rússia. O último aviso público foi em setembro, depois que o presidente Vladimir Putin ordenou uma mobilização militar parcial.

    “Os serviços de segurança russos prenderam cidadãos norte-americanos sob acusações espúrias, apontaram cidadãos norte-americanos na Rússia por detenção e assédio, negaram-lhes tratamento justo e transparente e os condenaram em julgamentos secretos ou sem apresentar provas confiáveis”, disse a embaixada.

    “As autoridades russas aplicam arbitrariamente as leis locais contra trabalhadores religiosos cidadãos americanos e abriram investigações criminais questionáveis contra cidadãos americanos envolvidos em atividades religiosas”

    A Rússia abriu um processo criminal contra um cidadão dos Estados Unidos por suspeita de espionagem, disse o Serviço Federal de Segurança (FSB) do país em janeiro.