Prime Time

seg - sex

Apresentação

Ao vivo

A seguir

    EUA emitem novas sanções à Coreia do Norte após recente lançamento de mísseis

    Estados Unidos impuseram sanções a cinco entidades acusadas de fornecer apoio ao desenvolvimento de armas de destruição em massa e programas de mísseis balísticos da Coreia do Norte

    Coreia do Norte poderá em breve testar uma arma nuclear pela primeira vez desde 2017
    Coreia do Norte poderá em breve testar uma arma nuclear pela primeira vez desde 2017 Reprodução

    Daphne Psaledakisda Reuters

    Ouvir notícia

    Os Estados Unidos impuseram nesta sexta-feira (1º) sanções a cinco entidades acusadas de fornecer apoio ao desenvolvimento de armas de destruição em massa e programas de mísseis balísticos da Coreia do Norte, aumentando a pressão sobre Pyongyang após uma série recente de lançamentos de mísseis.

    O Departamento do Tesouro em um comunicado disse que a ação tem como alvo o Ministério da Indústria de Foguetes, que disse ser uma organização norte-coreana de pesquisa e desenvolvimento de armas de destruição em massa diretamente ligada ao desenvolvimento de novos mísseis balísticos intercontinentais (ICBMs).

    Também designou quatro das subsidiárias da organização — Hapjanggang Trading Corporation, Korea Rounsan Trading Corporation, Sungnisan Trading Corporation e Unchon Trading Corporation.

    A missão da Coreia do Norte nas Nações Unidas em Nova York não respondeu imediatamente a um pedido de comentário sobre as novas sanções.

    A medida de sexta-feira segue um aumento nas tensões com a Coreia do Norte após dois testes de mísseis balísticos em 26 de fevereiro e 4 de março que envolveram um novo sistema ICBM que o país asiático está desenvolvendo e o primeiro teste completo de ICBM da semana passada realizado pela Coreia do Norte desde 2017.

    “Os testes provocativos de mísseis balísticos da RPDC (República Popular Democrática da Coreia) representam uma clara ameaça à segurança regional e global e estão em flagrante violação das resoluções do Conselho de Segurança da ONU”, disse a secretária do Tesouro, Janet Yellen, no comunicado.

    “Os Estados Unidos estão comprometidos em usar nossas autoridades de sanções para responder ao desenvolvimento contínuo da RPDC de armas de destruição em massa e mísseis balísticos”, disse ela.

    A decisão de Washington nesta sexta-feira segue as medidas impostas pelo Japão, que congelou os bens de seis norte-coreanos por envolvimento nos projetos de armas da Coreia do Norte.

    Autoridades sul-coreanas relataram novas construções no único local de testes nucleares conhecido do Norte, que foi fechado em 2018.

    Há sinais crescentes de que a Coreia do Norte poderá em breve testar uma arma nuclear pela primeira vez desde 2017, em uma tentativa de melhorar seu arsenal e aumentar a pressão política, disseram autoridades e analistas dos EUA e da Coreia do Sul.

    Mais Recentes da CNN