EUA reorganizaram o setor de inteligência após o 11 de Setembro, diz professor

Rudzit falou de medidas tomadas pelos Estados Unidos após os atentados, incluindo um ato legislativo que permite a captação de dados de todos no país

Da CNN

Em São Paulo

Ouvir notícia

Após o 11 de Setembro, os Estados Unidos realizaram diversas mudanças internas para aprimorar a segurança do país. Segundo o professor de Relações Internacionais Gunther Rudzit em entrevista à CNN, a reorganização do setor de inteligência foi uma mudança significativa para os americanos.

“Um ponto importante foi a reorganização da inteligência, o Homeland Security Office [Departamento de Segurança Interna], que teve esse papel fundamental de reunir literalmente todo mundo em um prédio para ter a troca de informações mais efetiva”, afirmou o professor.

Rudzit ainda explicou outras medidas tomadas pelos Estados Unidos após os atentados vividos há 20 anos, incluindo um ato legislativo que permitiu a captação de dados de todos no país.

“Foi uma mudança gigantesca para o americano médio. Até antes do 11 de setembro, a polícia não podia ao menos revistar pessoas na rua se não houvesse motivo. Dois meses depois do atentado, foi aprovado o Ato Patriótico, a legislação que deu a possibilidade do governo americano captar e guardar metadados de todas as pessoas no país. Ou seja, ligações telefônicas e trocas de mensagens por qualquer meio de comunicação”, completou o professor.

Especial

A CNN Brasil apresentou uma programação especial neste sábado, 11/09, em transmissão simultânea com a CNN americana e com correspondentes espalhados pelos Estados Unidos, em homenagem às vítimas do atentado que completa 20 anos. Confira:

Mais Recentes da CNN