Prime Time

seg - sex

Apresentação

Ao vivo

A seguir

    Justiça ordena à Interpol entrega imediata do ex-espião Hugo “Pollo” Carvajal aos EUA

    Hugo Carvajal, ex-diretor de inteligência militar venezuelano, responderá por acusações de tráfico de drogas pela justiça norte-americana após cumprir prisão na Espanha 

    Da Reuters

    Madri

    O Supremo Tribunal da Espanha ordenou nesta terça-feira (18) que a Interpol extradite imediatamente um ex-diretor da inteligência militar venezuelana para os Estados Unidos, onde ele é procurado por acusações de tráfico de drogas.

    A decisão vem depois que o Tribunal Europeu de Direitos Humanos negou na semana passada uma tentativa de Hugo Carvajal – que foi os olhos e ouvidos do ex-presidente Hugo Chávez nas forças armadas da Venezuela por mais de uma década – para evitar a extradição que já havia sido autorizada pela Espanha.

    Em comunicado, o tribunal informou que a Embaixada dos Estados Unidos e a prisão onde Carvajal se encontra, em Estremera, nos arredores da capital Madrid, serão informados da sua decisão.

    “Desde que a medida cautelar concedida pelo Tribunal Europeu de Direitos Humanos foi suspensa, a Terceira Seção (do Tribunal Superior) insta a Interpol a entregar o réu” às autoridades dos EUA, em linha com a decisão original de 2019, afirmou.

    A Interpol não fez comentários imediatos.

    Os Estados Unidos em 2020 acusaram Carvajal de tráfico de drogas, junto com mais de uma dúzia de outras autoridades venezuelanas de alto escalão, incluindo o presidente Nicolás Maduro.

    Carvajal está sob custódia espanhola desde que foi preso em setembro de 2021 em Madri. Ele negou apoiar o tráfico de cocaína para os Estados Unidos.

    O advogado de Carvajal baseado nos Estados Unidos não fez comentários imediatos. Um porta-voz da Procuradoria dos Estados Unidos em Manhattan, que está instaurando o processo contra Carvajal, se recusou a comentar.

    (Reportagem de Emma Pinedo, com colaboração de Inti Landauro em Madri e Luc Cohen em Nova York)

    Mais Recentes da CNN

    Mais Recentes da CNN