Prime Time

seg - sex

Apresentação

Ao vivo

A seguir

    Exclusivo CNN: fazendeiros da Ucrânia precisam desenterrar minas para plantar

    País europeu é um dos grandes produtores de alimentos do mundo, e paralisação da agricultura pode levar a aumento do preço global

    Da CNN

    Na Ucrânia, fazendeiros precisam desenterrar minas terrestres dos campos para dar início às plantações de primavera. Extensas áreas de terra fértil agrícola estão marcadas com crateras e ogivas de foguete não explodidas.

    Mesmo muito depois de os soldados russos e ucranianos terem deixado as regiões, ainda resta uma ameaça mortal abaixo da superfície.

    O produtor rural Oleksandr Havriluk guiou Ivan Watson, da CNN, durante uma reportagem exclusiva, que pode ser vista no vídeo acima.

    Mais de 10 minas antitanque foram avistadas pela reportagem, que Havriluk diz ter desenterrado e deixado próximo à estrada.

    O produtor de 69 anos afirma estar desesperado para plantar antes da primavera, mas não pode fazer isso por causa das minas terrestres.

    Algumas foram encontradas com um detector de metal. Ele cavou o solo com as próprias mãos.

    Oleksandr Havriluk diz que perdeu toda a colheita do ano passado devido à invasão russa. A luta também destruiu a sede do sítio, silos e milhões de dólares em equipamentos agrícolas.

    Tanto os militares russos como os ucranianos usam minas terrestres. Algumas são projetadas para eliminar tanques de 40 toneladas.

    “Remover minas antitanque é extremamente perigoso. Muitas vezes elas têm dispositivos antilevantamento projetados especiicamente para ferir e matar pessoas que tentarem isso”, diz Mairi Cunningham, da Organização antiminas Halo Trust.

    Ela ressalta que a Ucrânia agora está repleta de uma variedade de dispositivos explosivos. “Estamos vendo minas antiveículo, tanto feitas de metal quanto de plástico. Há minas antipessoal, minas de fragmentação e vinculação antipessoal acionadas por fios, granadas acionadas por armadilhas e também munições tipo cluster”, explica.

    As forças ucranianas estimam que quase um terço do país está contaminado com dispositivos explosivos. Mas limpá-los é um trabalho lento e perigoso.

    Além disso, a guerra ainda está em plena atividade, enchendo os campos com novos explosivos, todos os dias.

    A Ucrânia é um dos grandes produtores de alimentos do mundo, e a impossibilidade ou risco de os agricultores fazerem seu trabalho pode levar a um aumento do preço global nos produtos.

    *publicado por Tiago Tortella, da CNN