Prime Time

seg - sex

Apresentação

Ao vivo

A seguir

    Exército do Equador patrulha fronteira com a Colômbia após aumento da violência

    País vive em crise na segurança pública; presidente decretou 60 de estado de emergência

    Exército do Equador patrulha fronteira com a Colômbia após aumento da violência
    Exército do Equador patrulha fronteira com a Colômbia após aumento da violência REUTERS

    Reuters

    O Equador intensificou sua presença militar na fronteira a Colômbia, com soldados inspecionando veículos e transeuntes no sábado (13) após um aumento na violência no país.

    Na área fronteiriça de Tulcan, soldados revistaram veículos em um posto de controle, verificaram a documentação de cidadãos colombianos que entravam no país e passaram pelos pertences dos transeuntes na ponte de fronteira na área.

    O presidente Daniel Noboa declarou estado de emergência de 60 dias, enviando os militares para as ruas e nomeando 22 gangues como grupos terroristas.

    Ele endureceu o decreto na terça-feira (09) após uma série de explosões em todo o país e a tomada da estação de televisão TC por criminosos que invadiram a emissora. Toda a ação foi transmitida ao vivo.

    O governo de Noboa culpa a deterioração da situação de segurança pelo aumento do tráfico de drogas através do Equador, que faz fronteira com a Colômbia e o Peru produtores de cocaína e se tornou um importante ponto de embarque de drogas.

    (Produção: Sebastian Rocandio, Gloria Lopez)