Prime Time

seg - sex

Apresentação

Ao vivo

A seguir

    Expansão de assentamentos é obstáculo para a paz, diz Blinken em evento de lobby pró-Israel

    Secretário de Estado dos Estados Unidos prometeu compromisso contínuo de seu país com a segurança israelense

    Secretário de Estado dos EUA, Antony Blinken, discursa em evento de entidade pró-Israel em Washington.
    Secretário de Estado dos EUA, Antony Blinken, discursa em evento de entidade pró-Israel em Washington. Kevin Lamarque/Reuters (05.jun.23)

    Simon LewisDoina Chiacuda Reuters Washington

    O secretário de Estado dos Estados Unidos, Antony Blinken, prometeu na segunda-feira (5) o compromisso contínuo de seu país com a segurança de Israel e com uma solução de dois Estados para o conflito israelo-palestino, mas disse que a expansão dos assentamentos judaicos será um obstáculo para a paz.

    Em um discurso para o grupo de lobby pró-Israel American Israel Public Affairs Committee, ou Aipac, Blinken também disse que movimentações em direção à anexação da Cisjordânia ocupada por Israel ou que perturbam o status quo em locais sagrados prejudicariam as perspectivas de uma solução de dois Estados.

    O governo do presidente dos EUA, Joe Biden, tem criticado o governo de Israel por ações que vê como consolidação dos assentamentos e por visitas “provocativas” de alguns membros do governo a locais em Jerusalém sagrados para muçulmanos e judeus.

    “A expansão dos assentamentos claramente apresenta um obstáculo ao horizonte de esperança que buscamos”, disse Blinken à resposta silenciosa da audiência.

    “Da mesma forma, qualquer movimento em direção à anexação da Cisjordânia, de fato ou de jure, a ruptura do status quo histórico em locais sagrados, as demolições contínuas de casas e os despejos de famílias que vivem nessas casas há gerações prejudicam as perspectivas de dois Estados. Elas também minam a dignidade diária básica a que todas as pessoas têm direito”, acrescentou Blinken.

    A embaixada de Israel em Washington não respondeu imediatamente a um pedido de comentário.

    O principal diplomata norte-americano atraiu aplausos generalizados quando destacou o compromisso de longa data dos EUA com Israel e disse que todas as opções estão sobre a mesa quando se trata de impedir que o inimigo número 1 de Israel, o Irã, adquira uma arma nuclear.

    Blinken, que deve viajar para a Arábia Saudita nesta semana, disse que os EUA continuarão ajudando os esforços de Israel para se integrar com seus vizinhos, inclusive criando uma nova posição para um diplomata encarregado de “trabalhar para um Oriente Médio mais pacífico e conectado”.

    “Os Estados Unidos têm um interesse real de segurança nacional em promover a normalização entre Israel e a Arábia Saudita”, acrescentou Blinken.