Explosões atingem escola em Cabul e matam pelo menos seis pessoas

Desde que assumiu o poder do país em agosto ano passado, Talibã tem enfretado dificuldades para garantir segurança da população

Equipe médica ajuda menino ferido em explosão
Equipe médica ajuda menino ferido em explosão Getty Images

Da Reuters

Ouvir notícia

Três explosões atingiram uma escola de ensino médio no oeste de Cabul, capital do Afeganistão, nesta terça-feira (19), matando pelo menos seis pessoas e ferindo crianças, segundo autoridades afegãs de segurança e saúde.

Muitos moradores do bairro onde a escola está localizada pertencem à comunidade Shia Hazara, uma minoria étnica e religiosa frequentemente alvo de grupos militantes sunitas, incluindo o Estado Islâmico.

“Três explosões ocorreram em uma escola secundária, há algumas baixas para nosso povo xiita”, disse Khalid Zadran, porta-voz do comando de Cabul. Pouco depois, Zadran informou que seis morreram e 11 ficaram feridos nas explosões.

O chefe do departamento de enfermagem de um hospital da região disse que pelo menos quatro pessoas morreram e 14 ficaram feridas nas explosões. Um outro centro médico disse nas redes sociais que recebeu sete crianças feridas nas explosões.

Não houve reivindicação imediata de responsabilidade pelo ataque, que ocorreu após uma pausa na violência durante os meses do inverno afegão e após a retirada das forças estrangeiras no ano passado.

Desde que assumiu o poder em agosto, o Talibã afirma que deixou o país mais seguro, mas autoridades e analistas internacionais dizem que o risco de um ressurgimento da militância permanece e o Estado Islâmico já praticou vários ataques importantes.

Mais Recentes da CNN