Filho de brasileiros envolvido na invasão do Capitólio é preso em Washington

Samuel Camargo disse que "decidiu que deveria ir à cerimônia de posse ao invés de apenas se entregar às autoridades"

Da CNN

Ouvir notícia

 

Samuel Camargo, filho de brasileiros residentes na Flórida, Estados Unidos, foi preso nesta quarta-feira (20) em Washington DC, mesmo dia e local onde ocorreu a posse do novo presidente do país. Ele já havia sido indiciado pelo FBI — instância federal de policiamento e investigação dos EUA — por ter envolvimento na invasão do Capitólio por apoiadores de Donald Trump em 6 de janeiro.

Nascido em Boston, Massachusetts, e morador de Fort Myers, Flórida, Camargo foi denunciado por um contato de suas redes sociais, que enviou às autoridades imagens que demonstravam que ele estava presente no momento da invasão violenta, que deixou cinco mortos.

 

Promotores de Washington afirmaram que tentaram prender o filho de brasileiros em sua casa, na Flórida. Entretanto, ao chegarem ao local, ele não estava lá. Ele foi encontrado na capital dos Estados Unidos no dia da posse presidencial de Joe Biden e foi preso na cidade. 

Camargo disse aos investigadores que sabia que ele era procurado pelo Departamento de Justiça e “decidiu que deveria ir à cerimônia de posse ao invés de apenas se entregar às autoridades”, descreveram promotores em um documento judicial na quinta-feira (21). A Justiça está tentando manter Samuel Camargo em regime de prisão preventiva, argumentando que ele é um caso com risco de fuga. Ele deve ser julgado ainda na quinta-feira.

 

Camargo foi indiciado por quatro acusações com base em postagens que fez no Facebook e Instagram. Em um dos posts, ele se vangloriou de ter enganado um agente do FBI e disse que após o contato com o agente, estava “limpo”. Elas incluem obstrução das forças de segurança e violência física.

*Com informações de Katelyn Polantz e Sinara Peixoto, da CNN.

Mais Recentes da CNN