Habib’s passa a vender coxinhas e esfihas congeladas pelo site, lojas ou iFood

Segundo a rede, novidade aparece para atender aos novos hábitos de consumo da população brasileira que tem mudado nos últimos meses em função da pandemia

Wesley Santana, colaboração para CNN Business Brasil
21 de janeiro de 2021 às 14:13
Habib’s passa a vender coxinhas e esfihas congeladas
Habib’s passa a vender coxinhas e esfihas congeladas
Foto: Habib's / Divulgação

O Grupo Habib’s está apostando em um novo modelo de negócio. Agora, os clientes da rede árabe e da italiana Ragazzo poderão comprar produtos congelados para terminar o preparo em casa ou onde estiverem. As caixas com os principais petiscos estão disponíveis nas lojas físicas, no site e no iFood. 

Do Habib’s, além das esfihas, que são o carro-chefe da casa, são vendidos kibes, pastéis de belém e minichurros. Do Ragazzo, estão disponíveis as famosas coxinhas, sticks de queijo, bolinho de bacalhau e alguns doces, como tortas.

 

Os valores dos kits são bem variados. 18 coxinhas, por exemplo, custam R$ 30, enquanto a caixa com 20 esfihas sai por R$ 35. Entre os doces, 9 unidades de pastéis de Belém estão por R$ 20 e uma torta inteira é vendida por R$ 45. 

De acordo com a empresa, a novidade aparece para atender aos novos hábitos de consumo da população brasileira que tem mudado nos últimos meses, em razão da pandemia do novo coronavírus.

Do Grupo Habib’s, Ragazzo passa a vender cozinha congelada, entre outros produto
Do Grupo Habib’s, Ragazzo passa a vender cozinha congelada, entre outros produtos
Foto: Grupo Habib's / Divulgação

O Habib’s acredita que a nova modalidade vai proporcionar maior conveniência e praticidade aos consumidores, que poderão escolher como pedir e consumir os alimentos, visto que eles podem ser armazenados no próprio refrigerador. 

Para Danilo Monteiro, gerente de Comunicação do Habib’s, a novidade chega reforçando o posicionamento estratégico das empresas e expandindo as interfaces de consumo dos produtos. “Nosso foco é proporcionar momentos marcantes alinhados a uma nova experiência de consumo para os clientes”, afirma. 

A expectativa é que, futuramente, novos congelados sejam incorporados ao cardápio, conforme for a resposta dos consumidores aos produtos já disponíveis.