Prime Time

seg - sex

Apresentação

Ao vivo

A seguir

    Fortes chuvas deixam ao menos um morto nos Emirados Árabes Unidos

    País testemunhou uma chuva recorde com 254 mm caindo em Al Ain na terça-feira (16) em menos de 24 horas; esse foi o maior número desde que os registros começaram em 1949

    Carros atravessam estradas inundadas devido a fortes chuvas, já que as condições climáticas adversas afetam negativamente a vida diária em Dubai, Emirados Árabes Unidos, em 15 de abril de 2024.
    Carros atravessam estradas inundadas devido a fortes chuvas, já que as condições climáticas adversas afetam negativamente a vida diária em Dubai, Emirados Árabes Unidos, em 15 de abril de 2024. Stringer/Anadolu via Getty Images

    Clauda TaniosAlexander Cornwellda Reuters

    Autoridades e comunidades nos Emirados Árabes Unidos estavam removendo escombros, nesta quarta-feira (17), depois que uma chuva torrencial matou pelo menos uma pessoa e causou danos a casas e empresas.

    Os Emirados Árabes Unidos testemunharam uma chuva recorde com 254 mm caindo em Al Ain na terça-feira (16) em menos de 24 horas, de acordo com o centro meteorológico nacional.

    Esse foi o maior número desde que os registros começaram em 1949, antes de o país ser estabelecido em 1971.

    Embora as fortes chuvas tenham diminuído na noite de terça-feira, as perturbações continuaram na quarta-feira, com a companhia aérea Emirates suspendendo o check-in dos passageiros que partiam do aeroporto de Dubai até à meia-noite.

    O Aeroporto Internacional de Dubai, um dos mais movimentados do mundo, disse que estava enfrentando interrupções significativas depois que as fortes chuvas atrasaram ou desviaram voos e afetaram as tripulações.

    Os passageiros que partiam de Dubai foram aconselhados a não se dirigirem ao aeroporto e a verificarem o status do voo com a companhia aérea.

    “Estamos trabalhando duro para recuperar as operações o mais rápido possível em condições muito desafiadoras”, escreveu o aeroporto no X (antigo Twitter).

    A Emirates disse que os passageiros que já estavam em trânsito continuariam a ser processados, mas alertaram que atrasos nas partidas e chegadas deveriam ser esperados.

    O site do aeroporto de Dubai mostrou atrasos de horas em alguns voos de chegada e partida.

    A mídia local informou que um homem idoso dos Emirados, de 70 anos, morreu na manhã de terça-feira, quando seu veículo foi atingido por enchentes no emirado de Ras Al Khaimah, no norte do país.

    No vizinho Omã, 19 pessoas morreram, incluindo crianças em idade escolar, após três dias consecutivos de fortes chuvas, segundo a mídia omanense, que publicou imagens de comunidades inundadas.

    O Times of Oman informou que mais chuva era esperada na quarta-feira. Em Dubai , o céu estava limpo, e em algumas áreas as estradas estavam tranquilas depois que o governo ordenou que seus funcionários e todas as escolas trabalhassem remotamente pelo segundo dia consecutivo.

    A mídia e as postagens nas redes sociais dos Emirados Árabes Unidos mostraram danos significativos causados ​​pelas chuvas torrenciais em algumas partes do país, incluindo estradas destruídas e casas inundadas pela água.

    Postagens nas redes sociais na terça-feira mostraram estradas e estacionamentos inundados com alguns veículos completamente submersos.

    A Sheikh Zayed Road, uma rodovia de 12 pistas que atravessa Dubai, foi parcialmente inundada, deixando as pessoas presas em um engarrafamento de quilômetros de extensão durante horas.