Prime Time

seg - sex

Apresentação

Ao vivo

A seguir

    Idalia se torna furacão de categoria 3 pouco antes de atingir os EUA; autoridades da Flórida fazem alerta

    Tempestade está acelerando, agora se movendo a 29 km/h; ventos podem atingir mais de 200 km/h

    Furacão Idalia se aproxima da Flórida
    Furacão Idalia se aproxima da Flórida Reprodução/Administração Oceânica e Atmosférica Nacional

    Allison Chincharda CNN

    O furacão Idalia se intensificou para uma tempestade de categoria 3, com ventos fortes de 201 km/h, antes de sua chegada à costa do Golfo da Flórida na manhã desta quarta-feira (30), de acordo com o Centro Nacional de Furacões (NHC).

    Idalia está agora a cerca de 97 km a oeste de Cedar Key e 145 km ao sul de Tallahassee, enquanto continua seu caminho em direção a Big Bend, na Flórida. A tempestade também está acelerando, agora se movendo a 29 km/h.

    “Idalia poderá continuar a fortalecer-se antes de atingir a costa de Big Bend, na Flórida, dentro de algumas horas”, disse o NHC.

    Áreas que serão atingidas pelo furacão Idalia nos EUA

    • Big Bend
    • Saint Marks/Baía de Apalachee
    • São Petersburgo/Baía de Tampa
    • Savannah, Geórgia

    O furacão Idalia sofreu uma intensificação rápida e impressionante nas últimas 24 horas, com ventos máximos aumentando 89 km/h, passando de um furacão de categoria 1 com ventos de 121 km/h para um furacão de categoria 3 com ventos de 201 km/h.

    O NHC acrescentou que “embora Idalia deva enfraquecer após a chegada ao continente, é provável que ainda seja um furacão enquanto se move pelo sul da Geórgia e perto da costa do estado ou do sul da Carolina do Sul na noite de hoje”.

    O chefe dos bombeiros de Madeira Beach alertou os residentes que chegará um ponto em que as autoridades de emergência não poderão mais resgatá-los.

    “Nossos caminhões de bombeiros não são feitos para passar por mais de um metro de profundidade”, disse Clint Belk à CNN. “Vai chegar a um ponto em que simplesmente não conseguiremos chegar até você.”

    Ele acrescentou que até mesmo o veículo de alta vazão do departamento, um veículo militar desativado, teve problemas para chegar a alguns locais esta manhã, à medida que as águas subiam na área. Madeira Beach fica no condado de Pinellas, na área da Baía de Tampa.

    Veja também: Brasileiros relatam drama com a chegada do furacão Idalia

    Belk disse que as atuais inundações que a área está vendo “não são nem o pior”.

    “O pior deve nos atingir por volta das 10h, 11h desta manhã [horário local]. E são 5h30 da manhã. Portanto, o que vivemos aqui não é nem o pior”, disse.

    Ele pediu aos residentes – especialmente os residentes de longa data da Flórida que viram outros furacões passarem despercebidos nas áreas – a levarem Idalia a sério e permitirem que as autoridades os resgatem enquanto ainda podem.

    “Você pode substituir sua casa, pode substituir seus pertences. Você tem que zelar pela sua segurança e pela segurança da sua família”, disse.

    Este conteúdo foi criado originalmente em inglês.

    versão original