Governador de NY defende estátuas de Colombo por simbolismo a ítalo-americanos

Andrew Cuomo diz que, apesar de a brutalização dos habitantes das Índias Ocidentais ser imperdoável, as estátuas do explorador devem ser mantidas no estado

Para Andrew Cuomo, governador de NY, estátuas de Cristóvão Colombo simbolizam gratidão pela contribuição dos ítalo-americanos
Para Andrew Cuomo, governador de NY, estátuas de Cristóvão Colombo simbolizam gratidão pela contribuição dos ítalo-americanos Foto: Lucas Jackson - 26.mai.2020/ Reuters

Reuters

Ouvir notícia

O estado de Nova York deveria manter as estátuas que homenageiam Cristóvão Colombo, apesar de a brutalização dos habitantes das Índias Ocidentais que ele encontrou em suas viagens ao Novo Mundo ser imperdoável, disse o governador do estado, Andrew Cuomo, na quinta-feira (11).

Cuomo afirmou que Colombo é uma figura importante para os ítalo-americanos, simbolizando sua contribuição para Nova York, e que por esta razão é contra a remoção das estátuas.

Como manifestantes atacaram estátuas de Colombo nos últimos dias durante protestos antirracismo, um repórter perguntou a Cuomo se é hora de se livrar dos monumentos estaduais que homenageiam o explorador italiano.

“De jeito nenhum”, respondeu o govenador. “Entendo os sentimentos a respeito de Cristóvão Colombo e alguns de seus atos, que ninguém pode apoiar”, disse ele em uma entrevista coletiva. “Mas a estátua passou a representar e significar gratidão pela contribuição ítalo-americana a Nova York.”

Assista e leia também:

Especialistas debatem sobre retirada de estátuas de figuras ligadas à escravidão

Abaixo-assinado pede derrubada de estátua de Borba Gato em São Paulo

O fervor antirracista surgido depois que um policial branco de Mineápolis matou George Floyd, um homem negro de 46 anos, em 25 de maio renovou uma campanha pela retirada de monumentos dos Confederados e outros símbolos do legado escravagista do sul dos EUA. Estátuas de Colombo também foram atacadas em várias cidades.

Cuomo, neto de imigrantes italianos e frequentador da parada do Dia de Colombo na cidade de Nova York, tem demonstrado um apoio constante às estátuas diante dos pedidos esporádicos por sua remoção.

A estátua de Colombo mais conhecida de Nova York se situa acima de uma rotatória de trânsito com seu nome, em uma das esquinas do Central Park. As estátuas foram erigidas em um período durante o qual ele foi louvado nos EUA por abrir o Novo Mundo ao assentamento de europeus.

Na quarta-feira, manifestantes derrubaram uma efígie do desbravador em Saint Paul, em Minnesota, e vandalizaram outra em Miami, e na terça-feira um monumento a Colombo em Richmond, na Virgínia, foi atirado em um lago.

Em Miami, uma estátua de Colombo foi vandalizada na noite de quarta-feira, assim como a do também explorador Ponce de León.

Mais Recentes da CNN