Prime Time

seg - sex

Apresentação

Ao vivo

A seguir

    Guerra na Ucrânia, influência da China e mudanças climáticas pautam Cúpula da Otan

    Série de reuniões começa nesta terça (28) e vai até quinta-feira (30); evento será sediado em Madri, na Espanha

    Júlia Vieirada CNN

    Em São Paulo

    Ouvir notícia

    Os estados-membros da Organização do Tratado do Atlântico Norte (Otan) se reúnem nesta semana em Madri, na Espanha, para discutir questões de segurança na Europa em meio à invasão da Ucrânia pelas forças russas. A série de reuniões começa nesta terça (28) e vai até quinta-feira (30).

    Para falar sobre o conflito, o encontro contará com um pronunciamento do presidente ucraniano, Volodymyr Zelensky.

    Além disso, a aliança discutirá sobre a crescente influência da China na política mundial e os impactos das mudanças climáticas.

    O evento também se concentrará em redigir um novo Plano Estratégico, que definirá os valores, os objetivos e as funções da Otan para a próxima década –a versão atual foi redigida em 2010 e, portanto, as diretrizes precisam ser atualizadas tendo em vista o novo cenário mundial.

    Por fim, os membros deverão discutir sobre os pedidos de adesão da Finlândia e da Suécia à organização.

    Cúpula transformadora

    O secretário-geral da Otan, Jens Stoltenberg, afirmou nesta segunda-feira (27) que a cúpula de 2022 será “transformadora”. “Nossa Cúpula da Otan em Madri nesta semana será transformadora, com muitas decisões importantes, incluindo um novo Plano Estratégico para uma nova realidade de segurança. Será uma mudança fundamental na dissuasão, defesa da Otan e apoio à Ucrânia”, disse.

    “Nosso novo plano nos guiará em uma era de competição estratégica. Espero que fique claro que os Aliados consideram a Rússia como a ameaça mais significativa e direta à nossa segurança. O documento abordará a China e os desafios que Pequim representa para nossa segurança, interesses e valores pela primeira vez. Também abrangerá uma abordagem para várias outras ameaças e desafios, incluindo terrorismo, cibernético e híbrido”, explicou.

    Neste ano, Austrália, Japão, Nova Zelândia e República da Coreia participarão pela primeira vez de uma reunião da aliança.

    Confira a lista de países-membros:

    • Albânia
    • Alemanha
    • Bélgica
    • Bulgária
    • Canadá
    • Croácia
    • Dinamarca
    • Eslováquia
    • Eslovênia
    • Espanha
    • Estados Unidos
    • Estônia
    • França
    • Grécia
    • Holanda
    • Hungria
    • Islândia
    • Itália
    • Letónia
    • Lituânia
    • Luxemburgo
    • Macedônia do Norte
    • Montenegro
    • Noruega
    • Polônia
    • Portuga
    • Reino Unido
    • República Checa
    • Romênia
    • Turquia

    Mais Recentes da CNN