Halyna Hutchins: Quem era a diretora de fotografia morta em set de filmagem

Nascida na Ucrânia e formada em jornalismo, profissional era considerada uma 'estrela em ascensão'; colegas prestam homenagens após incidente durante filmagens de "Rust"

A diretora de fotografia Halyna Hutchins foi morta no set do filme "Rust" na quinta-feira (21)
A diretora de fotografia Halyna Hutchins foi morta no set do filme "Rust" na quinta-feira (21) Reprodução/halynahutchins/Instragram

Sara Sparyda CNN

Ouvir notícia

A indústria cinematográfica ficou chocada e de luto depois que a diretora de fotografia Halyna Hutchins foi morta em um set de filmagem quando o ator e produtor Alec Baldwin disparou uma arma de fogo.

Hutchins, que tinha 42 anos, era a diretora de fotografia de “Rust”, filme de faroeste filmado no Novo México e estrelado por Baldwin, Travis Fimmel e Jensen Ackles.

De acordo com declarações da polícia fornecidas à CNN, ela foi baleada por volta das 13h50 de quinta-feira (21), hora local. Apesar de ser transportada de helicóptero para um hospital, morreu devido aos ferimentos.

Nascida na Ucrânia, Hutchins morava em Los Angeles e se formou no American Film Institute em 2015. Ela foi creditada em 49 produções de filmes, TV e vídeo durante sua carreira, de acordo com o site IMDB.

Trabalhou em filmes como “Archenemy”, estrelado por Joe Manganiello, que foi lançado no ano passado, e foi eleita uma estrela em ascensão pela revista American Cinematographer em 2019.

Estrela em ascensão e uma sonhadora inquieta

De acordo com seu site, Hutchins foi criada em uma base militar soviética no Círculo Polar Ártico e se formou em jornalismo internacional na Universidade Nacional de Kiev, antes de trabalhar em produções documentais em toda a Europa e mudar para o cinema.

Em sua página do Instagram, ela se descrevia como uma “sonhadora inquieta, viciada em adrenalina e diretora de fotografia” e compartilhava fotos do set de “Rust”.

Seu último post, na quarta-feira, mostrou um vídeo dela cavalgando no Novo México.

O diretor de cinema James Cullen Bressack comentou em sua postagem: “Sentirei sua falta, minha amiga… Isso é devastador.”

Outros diretores também prestaram homenagem a Hutchins.

O diretor de “Archenemy”, Adam Egypt Mortimer, disse: “Estou tão triste por perder Halyna. E tão furioso que isso possa acontecer em um set. Ela era um talento brilhante que estava absolutamente comprometido com a arte e com o cinema”.

Ele disse em outro tuíte que ela tinha “uma mente brilhante”.

O Conservatório AFI, uma escola de cinema que faz parte do American Film Institute, tuitou nesta sexta-feira (22): “Como é profundamente verdadeiro na arte da cinematografia, as palavras por si só não podem capturar a perda de alguém tão querido para a comunidade AFI. Na AFI, prometemos que Halyna Hutchins viverá no espírito de todos os que se esforçam para ver seus sonhos realizados em histórias bem contadas.”

O diretor Joel Souza, de 48 anos, também ficou ferido no acidente e foi transportado para o Centro Médico Regional Christus São Vicente.

Baldwin foi fotografado parecendo perturbado no estacionamento do escritório do xerife do condado de Santa Fé na quinta-feira após ser interrogado.

As investigações continuam em andamento, com muitas pessoas perguntando como tal tragédia pode acontecer em um set de filmagem – 28 anos depois do filho de Bruce Lee, Brandon Lee, ser acidentalmente morto no set por uma arma de fogo.

(Texto traduzido; leia o original em inglês)

Mais Recentes da CNN