Prime Time

seg - sex

Apresentação

Ao vivo

A seguir

    Hamas acusa Netanyahu de dificultar negociações de cessar-fogo em Gaza

    Premiê de Israel disse que acordo deve permitir que o país retome os combates até que os seus objetivos sejam alcançados

    Benjamin Netanyahu, premiê de Israel
    Benjamin Netanyahu, premiê de Israel GPO via Reuters

    Da Reuters

    O Hamas acusou, nesta segunda-feira (8), o primeiro-ministro de Israel, Benjamin Netanyahu, de colocar obstáculos às negociações de cessar-fogo para a Faixa de Gaza.

    Em um comunicado no Telegram, o grupo pediu a mediadores para intervirem e impedirem o que chamou de “manipulações e crimes” por Netanyahu.

    O premiê disse no domingo (7) que qualquer acordo de cessar-fogo em Gaza deve permitir que Israel retome os combates até que os seus objetivos sejam alcançados.

    Nesta segunda, tanques israelenses avançaram para a Cidade de Gaza após uma noite de bombardeios, ação que as autoridades locais afirmaram ter matado dezenas de pessoas.

    “Enquanto o movimento Hamas demonstra flexibilidade e positividade para facilitar a obtenção de um acordo para deter a agressão sionista, Netanyahu está colocando obstáculos adicionais no caminho das negociações, ao mesmo tempo que aumenta a agressão e crimes contra o nosso povo”, disse o Hamas.

    Hamas pode reconsiderar exigências

    O grupo armado aceitou no sábado (6) uma parte fundamental de um plano dos Estados Unidos, que visa encerrar a guerra em Gaza, abandonando a exigência de que Israel primeiro se comprometa com um cessar-fogo permanente antes de assinar o acordo.

    Autoridades dos Estados Unidos estão no Cairo, no Egito, para negociações sobre cessar-fogo, disse o porta-voz de segurança nacional da Casa Branca, John Kirby, a repórteres nesta segunda-feira (8).