Prime Time

seg - sex

Apresentação

Ao vivo

A seguir

    Hamas diz que quer estender trégua com Israel novamente

    Grupo radical islâmico afirmou que está em contato com Catar e Egito, dois importantes mediadores no conflito

    Membros do Hamas mascarados: grupo diz ter libertado civis sequestradas nesta segunda-feira (23)
    Membros do Hamas mascarados: grupo diz ter libertado civis sequestradas nesta segunda-feira (23) Abid Katib/Getty Images

    Ibrahim DahmanEyad Kourdida CNN

    O Hamas está “se esforçando para estender a trégua” com Israel na Faixa de Gaza, usando todas as cartas que tem nas negociações, disse um membro do gabinete político do grupo radical islâmico.

    Ghazi Hamad afirmou que o Hamas está em contato com o Catar e o Egito a respeito do assunto e que há “esforços sendo feitos por outros países para pressionar por um cessar-fogo”.

    “Estamos nos esforçando para estender a trégua para acabar com a agressão de uma vez por todas, usando as cartas que temos”, pontuou Hamad em comunicado.

    O membro do gabinete político destacou que “até agora” não há negociações para libertar soldados israelenses em troca de prisioneiros palestinos.

    “Estamos preparados e prontos para alcançar um acordo abrangente ou parcial. O acordo abrangente diz respeito aos militares [detidos] em troca da libertação de todos os detidos palestinos das prisões israelenses, ou pode ser um [acordo] parcial relacionado a civis, e isso estará sujeito às negociações”, explicou Hamad.

    Seguindo o atual acordo de trégua, que está agora no seu quinto dia, após uma extensão acordada de dois dias, o Hamas libertará 10 reféns diariamente, de acordo com um conselheiro israelense sênior, em troca de Israel libertar detidos palestinos.

    Quando a resolução original foi costurada, as autoridades israelenses anunciaram que havia a opção para a pausa durar até 10 dias, mas que não acreditavam que ela dure tanto tempo.