Prime Time

seg - sex

Apresentação

Ao vivo

A seguir

    Hamas rejeita proposta de cessar-fogo; Israel diz que “há data” para invasão de Rafah

    Um funcionário do grupo palestino havia dito anteriormente que nenhum progresso havia sido feito nas negociações

    Palestinos caminham entre ruínas no norte de Gaza
    Palestinos caminham entre ruínas no norte de Gaza 31/3/2024 REUTERS/Mahmoud Issa

    Henriette Chacarda Reuters

    O grupo armado palestino Hamas rejeitou a mais recente proposta israelense de cessar-fogo sugerida nas negociações no Cairo, disse à Reuters o alto funcionário Ali Baraka nesta segunda-feira (8).

    Um funcionário do Hamas havia dito anteriormente à Reuters que nenhum progresso havia sido feito nas negociações.

    O primeiro-ministro de Israel, Benjamin Netanyahu, disse também nesta segunda-feira que uma data foi definida para uma invasão israelense em Rafah, o último refúgio de Gaza para os palestinos deslocados, sem divulgar essa data.

    “Hoje recebi um relatório detalhado sobre as negociações no Cairo. Estamos trabalhando constantemente para atingir nossos objetivos, em primeiro lugar a libertação de todos os nossos reféns e a vitória completa sobre o Hamas”, afirmou Netanyahu.

    “Essa vitória exige a entrada em Rafah e a eliminação dos batalhões terroristas de lá. Isso vai acontecer – há uma data.”

    O porta-voz da Casa Branca, John Kirby, disse que Washington não vê uma invasão de Rafah como iminente e que Israel garantiu às autoridades norte-americanas que não prosseguiria antes de participar de negociações sobre alternativas.