Prime Time

seg - sex

Apresentação

Ao vivo

A seguir

    Hamas solta mais duas reféns; libertação não estava prevista em acordo, diz Israel

    Soltura acontece após negociação do Kremlin, segundo a imprensa do grupo armado

    Yelena Trupanob, à esquerda, e família Irena Tati, reféns russas libertadas pelo Hamas
    Yelena Trupanob, à esquerda, e família Irena Tati, reféns russas libertadas pelo Hamas Fórum de Famílias de Reféns e Pessoas Desaparecidas

    Da CNN

    O Hamas soltou mais duas reféns nesta quarta-feira (29). A libertação acontece após negociação do Kremlin, segundo a imprensa do grupo armado.

    Ambas as detidas libertadas migraram da Rússia para Israel, informou o fórum das famílias em comunicado. São elas:

    • Yelena Trupanob
    • Irena Tati

    As Forças de Defesa de Israel (FDI) anunciaram anteriormente, citando a Cruz Vermelha, que a libertação dessas reféns não fazia parte do acordo de reféns de Israel com o Hamas.

    Os militares pontuaram ainda que elas estão dentro do território israelense e, depois que passarem por uma avaliação médica inicial, os soldados das FDI continuarão a acompanhá-las a hospitais, onde serão reunidas com suas famílias.

    Em 7 de outubro, tanto Irena quanto Yelena foram sequestradas de suas casas no kibutz Nir Oz, junto com o filho de Yelena, Sasha, de 28 anos, e sua namorada, Sapir Cohen (29), que ainda estão mantidos em cativeiro em Gaza, de acordo com o fórum de famílias desaparecidas.

    O marido de Yelena, Vitaly, foi morto durante o ataque de 7 de outubro, informou o fórum.

    *publicado por Tiago Tortella, da CNN