Prime Time

seg - sex

Apresentação

Ao vivo

A seguir

    Havia nuvens baixas e neblina no noroeste do Irã no momento da queda do helicóptero com presidente do Irã

    A mídia iraniana confirmou a morte de Ebrahim Raisi e de mais oito pessoas nesta segunda-feira (20)

    Uma captura de tela de um vídeo divulgado pela Agência de Notícias Mehr via Telegram mostra uma equipe de resgate chegando ao local de um acidente de helicóptero no Irã em 19 de maio
    Uma captura de tela de um vídeo divulgado pela Agência de Notícias Mehr via Telegram mostra uma equipe de resgate chegando ao local de um acidente de helicóptero no Irã em 19 de maio Agência de Notícias Mehr

    Robert Shackelfordda CNN

    Havia nuvens baixas e temperaturas mais frias do que a média em toda a região noroeste do Irã no momento em que o helicóptero que transportava o presidente Ebrahim Raisi e outras oito pessoas caiu no domingo (19).

    Embora seja difícil obter dados meteorológicos confiáveis nas partes mais altas do país, Tabriz, a grande cidade mais próxima do acidente e o destino pretendido do helicóptero, apresentou temperaturas abaixo da média, de 9,2ºC (48 graus Fahrenheit), na época do acidente.

    A queda ocorreu quando Raisi e o ministro das Relações Exteriores, Hossein Amir-Abdollahian, voltavam de uma cerimônia para abrir uma barragem na fronteira do Irã com o Azerbaijão, informou a IRNA, sigla em inglês para Agência de Notícias da República Islâmica.

    Entre os que estavam a bordo estavam três tripulantes, o governador da província do Azerbaijão Oriental, o condutor da oração de sexta-feira de Tabriz, o chefe de segurança de Raisi e um guarda-costas, de acordo com o meio de comunicação Sepah, administrado pelo IRGC – a Guarda Revolucionária Iraniana

    Este conteúdo foi criado originalmente em inglês.

    versão original