Prime Time

seg - sex

Apresentação

Ao vivo

A seguir

    Hezbollah reivindica 10 ataques a alvos militares israelenses; Israel contra-ataca

    Número é mais que o dobro dos ataques anunciados na semana passada

    Membros do Hezbollah seguram bandeiras com o símbolo do grupo próximos à fronteira de Israel
    Membros do Hezbollah seguram bandeiras com o símbolo do grupo próximos à fronteira de Israel 25/05/2023REUTERS/Aziz Taher

    Da CNN

    O Hezbollah disse que lançou 10 ataques contra alvos militares israelenses no norte de Israel na segunda-feira (29) – mais que o dobro dos ataques diários anunciados na semana passada.

    Os militares israelenses disseram que responderam atacando as “fontes de fogo, bem como áreas adicionais no Líbano”.

    Várias cidades nos setores oriental, ocidental e central da fronteira libanesa com Israel foram atingidas por fogo de artilharia israelense, incluindo os arredores de Marwahin, Kafr Kela, Eita al-Shaab, Dhoheira e Alma Al-Shaab, informou a Agência Nacional de Notícias Libanesa (NNA).

    Os caças israelenses também atingiram os arredores da cidade de Yaroun, no setor oriental do sul do Líbano, de acordo com a NNA e os militares israelenses, que disseram que os jatos realizaram “ataques precisos em dois locais militares do Hezbollah” onde combatentes dos grupos paramilitares apoiados pelo Irã foram identificados.

    O Hezbollah disse que teve como alvo os locais de Risha e Hadab Yarin usando mísseis al-Burkan, que podem transportar uma carga útil de até 500kg. Eles também afirmam ter disparado um míssil Falaq, que supostamente transporta 50kg de explosivos por até 10 quilômetros, visando Jal al-alam e o Quartel Barranit.

    Este conteúdo foi criado originalmente em inglês.

    versão original