Prime Time

seg - sex

Apresentação

Ao vivo

A seguir

    Israel acredita que Hamas ainda mantém 173 reféns em Gaza

    Ao todo, 69 pessoas já foram libertas pelo Hamas como parte do acordo de trégua

    Mais de mil pessoas marcham ao longo da rodovia 1 de Tel Aviv a Jerusalém em apoio às famílias dos reféns do Hamas
    Mais de mil pessoas marcham ao longo da rodovia 1 de Tel Aviv a Jerusalém em apoio às famílias dos reféns do Hamas MARCUS YAM / LOS ANGELES TIMES

    Da CNN

    Israel acredita que há 173 pessoas que ainda são feitas reféns pelo Hamas em Gaza. A informação foi divulgada pelo gabinete do primeiro-ministro Benjamin Netanyahu nesta terça-feira (28).

    Dos sequestrados, 17 são estrangeiros e o restante são cidadãos israelenses.

    Os reféns israelenses incluem seis crianças menores de idade. O Fórum de Reféns e Famílias Desaparecidas acredita que há também três jovens de 18 anos detidos.

    Israel notificou famílias de reféns

    Autoridades israelenses notificaram as famílias de 10 reféns que estão na lista de pessoas que devem ser libertadas nesta terça-feira (28), segundo relatos de parentes à CNN.

    Um porta-voz do primeiro-ministro Benjamin Netanyahu confirmou à CNN que há 10 nomes na lista de hoje.

    “Israel recebeu outra lista de reféns, dez reféns, que potencialmente, esperamos ver libertados pelo Hamas”, disse o porta-voz Tal Heinrich.

    Heinrich informou que Israel também tinha uma lista de prisioneiros palestinos que eles haviam concordado em liberar em troca, e que para cada grupo de dez reféns do Hamas libertados, Israel estenderia a trégua por mais um dia.

    *Por Abeer Salman, Manveena Suri, Lauren Izso, Kaitlan Collins e Mihir Melwani da CNN

    Este conteúdo foi criado originalmente em Internacional.

    versão original