Prime Time

seg - sex

Apresentação

Ao vivo

A seguir

    Israel espera pelo menos mais 2 meses de guerra contra o Hamas

    Ministro da Defesa afirma que operação militar continuará “com força” após trégua

    Operação israelense no norte de Gaza
    Operação israelense no norte de Gaza 22/11/2023 REUTERS/Ronen Zvulun

    Tamar Michaelisda CNN

    O ministro da Defesa de Israel, Yoav Gallant, disse que a operação militar contra o Hamas continuará “com força” após a trégua que deve ter início na madrugada desta sexta-feira (24), e que os combates devem continuar por pelo menos mais dois meses.

    “Esta será uma breve pausa. Quando terminar, os combates continuarão com força e criarão pressão que permitirá o retorno de mais reféns”, pontuou Gallant durante visita às tropas israelenses nesta quinta-feira (23).

    “É esperada uma luta de pelo menos mais dois meses”, acrescentou.

    Trégua e libertação de reféns

    A trégua entre Israel e Hamas começará na madrugada desta sexta-feira (24), segundo anunciou o Catar. Os combates serão interrompidos às 7h da manhã, no horário local (2h, horário de Brasília).

    A medida faz parte do acordo para a libertação de 50 reféns mantidos pelo grupo armado. A primeira leva, com 13 mulheres e crianças, deve ser solta às 16h, no horário local (11h, no horário de Brasília).

    O Hamas mantém 236 reféns em Gaza, incluindo cidadãos estrangeiros de 26 países, segundo dados dos militares de Israel.

    Segundo anunciado pelo governo israelense, o acordo também prevê um dia adicional de pausa nos combates a cada 10 pessoas libertadas.

    FOTOS — Exército de Israel divulga imagens de supostos equipamentos do Hamas dentro do hospital Al-Shifa