Prime Time

seg - sex

Apresentação

Ao vivo

A seguir

    Israel prende homens em idade militar em Gaza para “descobrir quem são os terroristas”

    Israel alega que vai libertar aqueles que não forem determinados como terroristas

    Imagens de Gaza que circularam nas redes sociais na quinta-feira (7) mostram militares israelenses prendendo dezenas de palestinos e os deixando apenas de roupas íntimas em caminhões
    Imagens de Gaza que circularam nas redes sociais na quinta-feira (7) mostram militares israelenses prendendo dezenas de palestinos e os deixando apenas de roupas íntimas em caminhões Reprodução: redes sociais

    Da CNN

    Os militares israelenses estão prendendo homens em idade militar no norte de Gaza para “descobrir quem são os terroristas”, disse um porta-voz do governo de Israel à CNN na sexta-feira (8).

    Eylon Levy estava respondendo ao questionamento de Brianna Keilar, da CNN, sobre imagens de Gaza que circulavam nas redes sociais na quinta-feira (7), que mostravam homens sendo obrigados a ficar apenas de cueca, ajoelhar-se na rua, usar vendas nos olhos para entrar na caçamba de carga de um veículo militar.

    “Quando encontramos homens em idade militar em áreas onde temos pedido a evacuação há mais de um mês – porque estes são redutos do Hamas onde temos visto intensos combates urbanos – precisamos de prender essas pessoas [para] descobrir quem são os terroristas”, disse Levy.

    Aqueles que não forem determinados como “terroristas” serão libertados, acrescentou.

    Pelo menos alguns dos homens detidos como parte da operação retratados nas imagens das redes sociais eram civis sem filiação conhecida aos combatentes, de acordo com uma conversa que a CNN teve com um dos seus familiares e uma declaração de um dos seus empregadores.

    O porta-voz das Forças de Defesa de Israel (FDI), contra-almirante Daniel Hagari, disse na sexta-feira que dezenas de suspeitos presos por Israel em Gaza foram levados ao território israelense para interrogatório.

    “As pessoas que vemos nessas imagens são todas suspeitas de terrorismo”, disse Levy.

    “Gostaríamos que todos os combatentes do Hamas usassem uniformes que indicassem claramente Hamas nos seus capacetes, porque isso tornaria mais fácil identificá-los. Mas quando o Hamas se disfarça de civil e luta em áreas civis, torna-se muito difícil encontrá-los.”

    Invasão israelense à Gaza

    Os militares israelenses durante semanas disseram aos habitantes de Gaza para deixarem o norte de Gaza e seguirem para o sul.

    Agora que os militares israelenses invadiram o sul de Gaza, disseram aos habitantes do enclave para se dirigirem para uma pequena faixa de terra no sudoeste de Gaza, ao longo da costa do Mediterrâneo.

    Mas a principal agência da ONU que trabalha nos territórios palestinianos, a Agência das Nações Unidas de Assistência aos Refugiados da Palestina no Próximo Oriente (UNRWA, na sigla em inglês), afirma que não existe uma “zona segura” em Gaza.

    “Toda a Faixa de Gaza tornou-se um dos lugares mais perigosos do mundo”, afirmou num comunicado. “Não há para onde ir, pois os abrigos, incluindo a UNRWA, estão lotados.”

    Mais de 1,9 milhão de habitantes de Gaza, ou 85% da população, estão deslocados internamente, de acordo com o Escritório das Nações Unidas para a Coordenação de Assuntos Humanitários.

    Veja também: Imagens mostram dezenas de homens com roupas íntimas detidos por soldados de Israel

    Este conteúdo foi criado originalmente em inglês.

    versão original