Prime Time

seg - sex

Apresentação

Ao vivo

A seguir

    Israel recupera corpos de três reféns em túnel em Gaza, diz porta-voz

    Famílias das vítimas foram informadas, disse o contra-almirante Daniel Hagari

    Reféns Itshak Gelernter, Shani Louk e Amit Bouskila encontrados mortos em túnel de Gaza
    Reféns Itshak Gelernter, Shani Louk e Amit Bouskila encontrados mortos em túnel de Gaza RICARDA LOUK/HOSTAGE AND MISSING FAMILIES FORUM

    Da CNN*

    As Forças de Defesa de Israel (FDI) recuperaram os corpos de três reféns em um túnel na Faixa de Gaza, disse o porta-voz das FDI, contra-almirante Daniel Hagari, em uma entrevista coletiva em Tel Aviv nesta sexta-feira (17).

    Os corpos foram identificados pelas autoridades e as famílias foram informadas, disse Hagari.

    Todos os três foram feitos reféns em 7 de outubro e mortos enquanto escapavam do festival de música Nova e seus corpos foram levados para Gaza, disse o porta-voz. “Eles estavam celebrando a vida no festival de música Nova e foram assassinados pelo Hamas”.

    Os corpos foram transferidos para profissionais médicos para perícia. As famílias foram então notificadas, disse ele.

    Reação do primeiro-ministro

    O primeiro-ministro israelense, Benjamin Netanyahu, expressou pesar depois que os corpos dos três reféns foram recuperados em Gaza, disse ele em um post no X nesta sexta-feira (17).

    “O coração se parte pela grande perda. Minha esposa Sara e eu sofremos com as famílias. Todos os nossos corações estão com eles nesta hora de luto”, disse ele.

    “Vamos devolver todos os nossos reféns, os mortos e os vivos. Parabenizo nossas forças corajosas que, com ação determinada, devolveram nossos filhos e filhas para casa”, disse ele.

    O que sabemos sobre os reféns

    O exército de Israel disse na quinta-feira (16) que dois trabalhadores agrícolas tailandeses foram mortos pelo Hamas em 7 de outubro e seus corpos estão sendo mantidos pelo grupo islâmico em Gaza. Segundo os militares, as famílias dos dois cidadãos foram notificadas.

    Cerca de 240 pessoas foram feitas reféns e transferidas para Gaza durante o ataque do Hamas a Israel, em 7 de outubro, que também matou mais de 1.200 pessoas. Um pouco mais de 100 foram libertados durante um acordo de libertação em novembro, mas as FDI acreditam que ainda existem 132 reféns detidos em Gaza, 128 dos quais foram feitos em 7 de outubro.

    As FDI acreditam que desses 132 reféns, 40 estariam mortos, incluindo dois que foram levados em 2014.

     

    Este conteúdo foi criado originalmente em inglês.

    versão original