Itália supera 10 mil casos diários pela primeira vez desde o início da pandemia

Atualmente, o país tem o segundo maior número de mortos na Europa depois da Grã-Bretanha

Pedro Teodoro*

Ouvir notícia
 

A Itália registrou 10.010 novas infecções por coronavírus nas últimas 24 horas, maior a maior contagem diária desde o início do surto de Covid-19 no país. O recorde anterior havia sido registrado na última quinta (15) com 8.804 infecções. O Ministério da Saúde italiano também contabilizou, no mesmo período, 55 novas mortes pela doença. 

A Itália foi o primeiro país da Europa a ser atingido pelo novo coronavírus e, no auge da pandemia, chegou a registrar mais de 900 mortes no período de 24 horas. Atualmente, o país tem o segundo maior número de mortos no continente depois da Grã-Bretanha, com cerca de 37 mil mortes desde o início do surto em fevereiro, de acordo com a Universidade Johns Hopkins (UJH). 

Leia e assista também

Países europeus preparam regras mais rígidas para combater 2ª onda de Covid-19

Mortes diárias por Covid-19 voltam ao patamar de maio, mas OMS teme novos picos

O governo italiano impôs, na última terça-feira (13/10), novas restrições a reuniões, restaurantes, esportes e atividades escolares em uma tentativa de diminuir o aumento de infecções 

Entretanto, primeiro-ministro Giuseppe Conte descartou a reintrodução de um bloqueio nacional, mas os ministros do governo se reunirão neste fim de semana para discutir o futuro das restrições no país. Até o momento, ainda segundo Johns Hopkins, a Itália registra 391.611 casos confirmados de Covid-19. 

*Sob supervisão de Evelyne Lorenzetti

Mais Recentes da CNN