Japão, EUA e Coreia do Sul se reúnem após o teste de mísseis na Coreia do Norte

Os três países vêm discutindo maneiras de romper um impasse com a Coreia do Norte sobre seus programas de armas nucleares

Teste de míssil de cruzeiro na Coreia do Norte
Teste de míssil de cruzeiro na Coreia do Norte 13/09/2021 KCNA via REUTERS

Kiyoshi TakenakaAkiko Okamotoda Reuters

Ouvir notícia

Principais enviados nucleares do Japão, Estados Unidos e Coréia do Sul conversaram em Tóquio na terça-feira para discutir como conter os programas nucleares e de mísseis da Coréia do Norte, um dia depois de Pyongyang ter dito que realizou um novo teste de mísseis de alcance.

A mídia estatal da Coréia do Norte anunciou na segunda-feira o que considerou testes bem-sucedidos de um novo míssil de cruzeiro de longo alcance que, segundo analistas, pode ser a primeira arma do país com capacidade nuclear.

“Os desenvolvimentos recentes na RPDC são um lembrete da importância de uma estreita comunicação e cooperação dos três países”, disse Sung Kim, o enviado especial dos EUA para a Coreia do Norte, em seu discurso de abertura, usando as iniciais da República Popular Democrática da Coréia, seu nome oficial.

Os três países vêm discutindo maneiras de romper um impasse com a Coréia do Norte sobre seus programas de armas nucleares e mísseis balísticos, que geraram sanções internacionais.

Em um encontro com seu homólogo japonês Takehiro Funakoshi e o homólogo sul-coreano Noh Kyu-duk, Kim disse que Washington continua aberto à diplomacia para lidar com as questões da Coréia do Norte.

A Casa Branca disse que ainda estava preparada para se envolver com Pyongyang, apesar do recente teste de mísseis, mas o governo do presidente dos Estados Unidos, Joe Biden, não mostrou disposição para abrandar as sanções.

Pyongyang disse não ver nenhum sinal de mudanças nas políticas dos Estados Unidos, citando questões como sanções, bem como exercícios militares conjuntos com a Coreia do Sul, que dizem estar se preparando para um ataque.

Embora Washington seja um aliado militar e econômico próximo do Japão e da Coréia do Sul, os laços entre os vizinhos asiáticos têm sido frequentemente tensos por questões que incluem disputas de soberania, ocupação da península coreana pelo Japão em 1910-45 e sua história de guerra.

Mais Recentes da CNN