Jubileu de Platina, alta da Covid-19 no Brasil e mais de 2 de junho

Celebrações de 70 anos de reinado da rainha Elizabeth II se estendem até domingo (5) e se dividirão entre paradas, shows, corrida de cavalos e até missa em homenagem à monarca

A duquesa da Cornualha, Camila, é vista na traseira de um carro enquanto ela é conduzida em direção ao desfile "Trooping the Colour" em 2 de junho de 2022 em Londres, Inglaterra. Trooping The Colour, também conhecido como The Queen's Birthday Parade, é uma cerimônia militar realizada por regimentos do exército britânico que ocorre desde meados do século XVII.
A duquesa da Cornualha, Camila, é vista na traseira de um carro enquanto ela é conduzida em direção ao desfile "Trooping the Colour" em 2 de junho de 2022 em Londres, Inglaterra. Trooping The Colour, também conhecido como The Queen's Birthday Parade, é uma cerimônia militar realizada por regimentos do exército britânico que ocorre desde meados do século XVII. Getty Images

Da CNN Brasil

Ouvir notícia

O início da celebração do Jubileu de Platina, no Reino Unido, que comemora os 70 anos de reinado da rainha Elizabeth II, e a alta de casos de Covid-19 no Brasil, que é acompanhada por uma queda no número de mortes, estão entre os destaques desta quinta-feira (2).

Jubileu de Platina: Reino Unido inicia celebrações dos 70 anos de reinado de Elizabeth II

O Reino Unido começa, nesta quinta-feira (2), a celebrar o “Jubileu de Platina”, evento que marca as comemorações dos 70 anos de reinado da monarca britânica Elizabeth II. 

A data especial foi declarada pelo Palácio de Buckingham como feriado de quatro dias – entre quinta e domingo (5) –, e contará com festividades, que vão desde um enorme show com a presença de ídolos, como a banda Queen, até pequenas festas de rua.

Pelo menos duas pessoas foram presas após provocar distúrbios no desfile militar do início do evento.

Brasil enfrenta alta nos casos de Covid em maio, mas número de mortes tem queda

Após a flexibilização das medidas de prevenção contra o coronavírus, o Brasil voltou a registrar um aumento nos números de Covid-19 nas últimas semanas. Entre os dias 22 e 28 de maio, o país teve a pior semana epidemiológica de casos da doença desde março deste ano.

A incidência de casos ocorre, principalmente, nos estados do Centro-Oeste, Sul e Sudeste do Brasil, segundo dados do Conselho Nacional de Secretários de Saúde (Conass).

Contudo, o crescimento de mortes por Covid não subiram na mesma proporção. Desde o início da pandemia, o mês de maio de 2022 foi o período com menos óbitos registrados.

Segundo levantamento feito pela Agência CNN, com dados das Secretarias de Saúde, maio teve 3.179 mortes por Covid. Em abril de 2021, que foi o pior mês, 81.266 pessoas foram vítimas fatais da doença.

Auxiliares de Bolsonaro dizem que governo decide não dar reajuste a servidores e opta por aumento em vale-alimentação

O presidente Jair Bolsonaro (PL) decidiu não dar o reajuste linear de 5% para os servidores públicos federais, mas deve anunciar nesta quinta-feira (2) um aumento no valor do vale-alimentação para o funcionalismo do Executivo, segundo integrantes do governo.

De acordo com relatos de auxiliares de Bolsonaro à CNN, ainda não está definido se o anúncio da decisão será feito pelo mandatário do Palácio do Planalto ou pela equipe econômica, mas a avaliação levada ao presidente é de que não há mais como empurrar a divulgação.

Biden e Bolsonaro devem falar de meio ambiente e democracia

O secretário das Américas do Ministério das Relações Exteriores, embaixador Pedro Miguel da Costa e Silva, disse em entrevista exclusiva à CNN que o presidente Jair Bolsonaro (PL) e o presidente dos Estados Unidos Joe Biden deverão tratar no encontro previsto para a próxima semana na Cúpula das Américas sobre democracia, economia e meio ambiente.

Responsável nos últimos três anos no Itamaraty pela relação do Brasil com os países das Américas, Costa e Silva falou ainda sobre a relação entre os dois presidentes e os dois países, o que está sendo negociado especificamente entre os países da Cúpula sobre um dos documentos que serão assinados, que trata de Democracia e Direitos Humanos, e como o Brasil se prepara para o debate ambiental com Joe Biden.

TRF anula sentença de Bretas na Lava Jato do Rio

A Primeira Turma Especializada do Tribunal Regional Federal (TRF) anulou nesta quarta-feira (1º) uma sentença proferida pelo juiz da 7ª Vara Federal do Rio de Janeiro, Marcelo Bretas, dentro da Operação Lava Jato fluminense por ter entendido que ele cerceou a defesa de investigados.

Segundo a corte, Bretas promoveu a oitiva de uma testemunha de acusação contra os empresários Cláudio Vidal e Luis Alberto Gonçalves dentro de uma ação decorrente de uma das fases da Lava Jato do Rio, a Operação Boca de Lobo, que apurou irregularidades durante o governo fluminense de Luiz Fernando Pezão e que acabou levando a sua prisão. Além disso, Bretas utilizou trechos do depoimento na decisão que condenou os investigados.

O advogado dos empresários, Carlo Luchione, apresentou, então, um habeas corpus pedindo anulação da sentença, que foi julgado nesta quarta. Procurado, Bretas não se manifestou.

Newsletter

Para receber as principais notícias todos os dias no seu e-mail, cadastre-se na nossa newsletter 5 Fatos em newsletter.cnnbrasil.com.br

* Publicado por Léo Lopes

Mais Recentes da CNN