Prime Time

seg - sex

Apresentação

Ao vivo

A seguir

    Júri começa a deliberar no julgamento de Hunter Biden por posse ilegal de arma

    Filho do presidente Joe Biden é acusado de mentir em formulário para compra do armamento e violar lei sobre posse de arma e uso de drogas

    Hunter Binden, filho do presidente dos EUA, Joe Biden
    Hunter Binden, filho do presidente dos EUA, Joe Biden 26/07/2023REUTERS/Jonathan Ernst

    Da CNN

    Um júri de 12 cidadãos de Delaware, nos Estados Unidos, começou a deliberar no julgamento contra Hunter Biden sobre posse de arma, após defesa e acusação terem apresentado seus argumentos finais.

    Eles retomarão as deliberações nesta terça-feira (11).

    Esta é a primeira vez na história dos EUA que o filho de um presidente em exercício vai a julgamento. A acusação foi apresentada pelo Departamento de Justiça, especificamente por David Weiss, advogado especial nomeado ano passado para supervisionar as investigações de Hunter Biden.

    Hunter Biden, de 54 anos, é acusado de comprar e manter posse ilegalmente de uma arma enquanto abusava ou era viciado em drogas, uma violação de lei federal.

    Ele se declarou inocente das três acusações, embora tenha falado publicamente sobre suas lutas contra o vício em álcool e crack.

    As duas primeiras acusações estão vinculadas à compra da arma em si.

    Quando uma pessoa compra uma arma nos Estados Unidos, ela deve preencher um formulário com o Escritório de Álcool, Tabaco, Armas de Fogo e Explosivos e afirmar que está legalmente autorizada a comprar a arma. Hunter Biden foi acusado de mentir nesses formulários.

    As perguntas incluem:

    • Você foi condenado por um crime?
    • Você é um fugitivo?
    • Você está no país ilegalmente?
    • E, importante para este caso, você é um “usuário ilegal ou viciado em” drogas ilegais?

    Hunter Biden supostamente marcou a caixa que dizia “Não” para a última pergunta.

    A terceira acusação se refere à posse da arma. Também é contra a lei federal possuir uma arma se você estiver usando drogas.

    Hunter Biden teve a arma por 11 dias em outubro de 2018, antes de sua namorada jogá-la em uma lixeira, porque estava preocupada com a saúde mental do companheiro, de acordo com a acusação e textos tornados públicos em processos judiciais recentes.

    Se condenado por todas as três acusações, Hunter Biden poderá pegar até 25 anos de prisão, embora provavelmente receba muito menos do que o máximo como réu primário.

    Joe Biden afirmou anteriormente que não concederá perdão presidencial ao filho caso ele seja condenado.