Prime Time

seg - sex

Apresentação

Ao vivo

A seguir

    Líderes mundiais repercutem diagnóstico de câncer do rei Charles III

    Monarca terá que adiar compromissos públicos, mas trabalhará no escritório normalmente

    Rei Charles acena após deixar hospital em Londres, Reino Unido
    Rei Charles acena após deixar hospital em Londres, Reino Unido 29/01/2024REUTERS/Toby Melville

    Da CNN

    Diversos líderes mundiais repercutiram o diagnóstico de câncer do rei Charles III, desejando boa recuperação ao monarca do Reino Unido.

    Rishi Sunak, primeiro-ministro do Reino Unido, desejou rápida recuperação ao rei pelas redes sociais, destacando que não tem dúvida que ele “retornará logo com força máxima” e que “todo o país deseja que fique bem”.

    Joe Biden, presidente dos Estados Unidos, afirmou que está preocupado com o diagnóstico de câncer de Charles, destacando que planeja ligar para o monarca mais tarde.

    Boris Johnson, ex-primeiro-ministro do Reino Unido, também desejou rápida recuperação e pontuou que “o país inteiro estará torcendo pelo rei hoje”.

    Liz Truss, também ex-primeira-ministra britânica, ressaltou que “ele estará em nossos pensamentos e orações”, complementando: “Deus salve o rei”.

    Michelle O’Neill, primeira-ministra da Irlanda, afirmou: ”Lamento muito saber da doença do rei Charles e quero desejar boa sorte no tratamento e uma recuperação completa e rápida”.

    Humza Yousaf, premiê da Escócia, destacou que sabe que este é um momento de preocupação para toda a família real, adicionando: “Meus pensamentos e orações estão com Sua Majestade, o Rei. Desejo-lhe o melhor para uma rápida recuperação e regresso à vida pública”.

    Mark Drakeford, primeiro-ministro do País de Gales, comentou: “Meus pensamentos e os das pessoas em todo o País de Gales estarão com ele [Charles] e sua família esta noite. Envio meus melhores votos enquanto ele inicia o tratamento para uma recuperação completa e rápida”.