Premiê do Reino Unido deseja recuperação rápida ao rei Charles, diagnosticado com câncer

Monarca iniciou tratamento nesta segunda-feira (5) e disse estar "totalmente positivo"

Rei Charles III e o Primeiro-Ministro do Reino Unido, Rishi Sunak, participam da cerimônia de abertura da Cúpula Mundial de Ação Climática durante a COP28
Rei Charles III e o Primeiro-Ministro do Reino Unido, Rishi Sunak, participam da cerimônia de abertura da Cúpula Mundial de Ação Climática durante a COP28 Chris Jackson/Getty Images

Tiago Tortellada CNN

O primeiro-ministro do Reino Unido, Rishi Sunak, desejou rápida recuperação ao rei Charles III, que foi diagnosticado com uma forma de câncer, nesta segunda-feira (5).

O premiê ressaltou que não tem dúvida que ele “retornará logo com força máxima” e que “todo o país deseja que fique bem”.

Rei Charles está com câncer

O Palácio de Buckingham anunciou nesta segunda-feira (5) que o rei Charles III foi diagnosticado com uma forma de câncer, mas não especificou detalhes sobre o tipo da doença.

Uma fonte pontuou à CNN, entretanto, que não Charles não está com câncer de próstata.

O monarca passou por um procedimento cirúrgico na próstata recentemente, no qual foi identificado um “outro ponto de preocupação”, explica a nota da família real britânica.

Charles iniciou nesta segunda os tratamentos, sendo aconselhado pelos médicos a adiar compromissos públicos. Ainda assim, ele continuará trabalhando e cuidando de documentos normalmente, de acordo com o anúncio.

Também é dito que ele está “totalmente positivo” em relação ao tratamento e pretende voltar à atividade pública o mais rápido possível.

“Sua Majestade optou por compartilhar o diagnóstico para evitar especulações e na esperança de que possa ajudar a compreensão pública de todas as pessoas afetadas pelo câncer em todo o mundo”, completa a nota.

Charles III se tornou rei em setembro de 2022, após a morte da mãe, a rainha Elizabeth II.