Prime Time

seg - sex

Apresentação

Ao vivo

A seguir

    Lula e Zelensky não vão se encontrar no G7, mas oferta de horário foi feita pelo governo brasileiro, dizem fontes

    Na sala de espera ao lado de onde ocorrem os encontros bilaterais, bandeiras da Ucrânia e do Brasil foram sobrepostas no início da tarde

    Priscila Yazbekda CNN

    O presidente Luiz Inácio Lula da Silva (PT) vai retornar ao Brasil do G7, em Hiroshima, sem se reunir com o presidente da Ucrânia, Volodymyr Zelensky. Mas fontes do governo garantem que a oferta de um horário foi feita aos ucranianos.

    Na sala de espera ao lado de onde ocorrem os encontros bilaterais do presidente Lula, bandeiras da Ucrânia e do Brasil foram sobrepostas no início da tarde.

    Antes do encontro com o primeiro-ministro do Vietnã, jornalistas foram convidados a subir ao andar onde as reuniões bilaterais aconteciam e assessores sinalizaram que um outro encontro importante poderia acontecer.

    Bandeiras da Ucrânia e do Brasil sobrepostas em sala onde o presidente Lula está hospedado no Japão. / Reprodução/CNN

    Fontes do Planalto não explicam por que o encontro não ocorreu, tampouco por que bandeiras estavam posicionadas à vista dos jornalistas que subiram à sala de espera do hotel para fazer imagens. Apenas se limitam a dizer que o governo brasileiro chegou a propor um horário para receber Zelensky.