Prime Time

seg - sex

Apresentação

Ao vivo

A seguir

    Mapa da OMS mostra América ainda no epicentro da pandemia de Covid-19

    Embora Índia apresente mais casos acumulados, países da América seguem com mais infectados por milhão de habitantes em recorte de 31 de agosto a 6 de setembro

    Mapa da OMS mostra em cores mais escuras os países com mais casos por milhão de habitantes registrados nos sete dias entre 31 de agosto e 6 de setembro
    Mapa da OMS mostra em cores mais escuras os países com mais casos por milhão de habitantes registrados nos sete dias entre 31 de agosto e 6 de setembro Foto: OMS/ Reproduçã

    Virginia Langmaid,

    da CNN

    Um novo mapa divulgado pela Organização Mundial da Saúde (OMS) ilustra a gravidade da pandemia de Covid-19 no continente americano em comparação com outras regiões do mundo. A imagem mostra em cores mais escuras os países com mais casos por milhão de habitantes registrados nos sete dias entre 31 de agosto e 6 de setembro.

    Países do continente americano aparecem com o maior acúmulo de casos proporcionais à população, indicando que a região segue como epicentro da doença.

    Embora a Índia tenha batido recordes de novos casos diários e recentemente ultrapassado o Brasil no número acumulado, na média que considera a média de casos por milhão de habitantes países como Argentina, Brasil, Chile, Colômbia, Estados Unidos, México e Peru tiveram situação pior que a indiana nos sete dias em questão.

    Leia também:
    Fase 3 da vacina russa poderá mostrar efeitos adversos, diz infectologista

    UFRJ desenvolve teste sorológico para Covid-19 que custa menos de R$ 5

    Embora a região das Américas da OMS e as regiões da Europa tenham populações semelhantes – cerca de 1 bilhão de pessoas vivendo na América em comparação com 900 milhões na Europa – as estatísticas da OMS mostram que as Américas representam 46% de todos os novos casos de coronavírus nos últimos sete dias, e 59% ou mortes recentemente relatadas.

    Cumulativamente, as Américas respondem por 55% de todas as mortes pelo novo coronavírus em todo o mundo, com cerca de um sétimo da população global total.

    A Europa, em contraste, é responsável por 13% de todos os novos casos notificados nos últimos sete dias, 8% das mortes e 25% do total global de mortes cumulativas.

    A OMS diz que as Américas relataram quase 3,5 vezes mais casos novos do que relatados pela Europa nos últimos sete dias. Novos casos no continente americano agora respondem por 52% dos casos cumulativos em todo o mundo.