México propõe integração econômica na América Latina semelhante à União Europeia

Presidente Andrés López Obrador inaugurou a Cúpula da Comunidade de Estados Latino-Americanos e Caribenhos (CELAC), que conta com vários líderes latino-americanos

O presidente do México, Andrés Manuel López Obrador
O presidente do México, Andrés Manuel López Obrador Foto: Reuters

Abel Alvaradoda CNN

Ouvir notícia

O presidente do México, Andrés Manuel López Obrador, inaugurou neste sábado (18) a Cúpula da Comunidade de Estados Latino-Americanos e Caribenhos (CELAC), que conta com a participação de vários líderes da região.

Em seu primeiro discurso, López Obrador disse que a CELAC “pode se tornar o principal instrumento” para consolidar as relações entre os países da região e “alcançar o ideal de integração econômica com os Estados Unidos e Canadá”.

“Ou seja, construir no continente americano algo semelhante ao que foi a comunidade econômica que deu origem à atual União Europeia”, disse o presidente.

Segundo o presidente, este “ideal” pode ser uma realidade se forem pactuados três temas básicos: a não intervenção e a autodeterminação dos povos, a cooperação para o desenvolvimento e a ajuda mútua no combate à desigualdade e à discriminação.

Os líderes da região se reuniram a convite de López Obrador, com o objetivo de discutir a resposta regional à pandemia do coronavírus e a criação de um fundo de atenção para desastres derivados das mudanças climáticas, segundo a Reuters.

Na noite de sexta-feira, a Secretaria de Relações Exteriores do México confirmou à CNN Internacional a presença na cúpula do questionado presidente da Venezuela, Nicolás Maduro.

(Esse texto foi traduzido. Clique aqui para ler o original, em espanhol)

Mais Recentes da CNN