Mortes por Covid-19 na Rússia batem recorde pelo quinto dia consecutivo

Apesar de ser um dos primeiros países a desenvolver uma vacina, taxa de imunização na Rússia é uma das mais baixas da Europa

Gleb Stolyarovda Reuters

Moscou

Ouvir notícia

A Rússia relatou 1.075 mortes por Covid-19 neste sábado (23), seu quinto recorde diário consecutivo, enquanto as autoridades se preparam para fechar locais de trabalho em todo o país e começar um lockdown na capital.

Um recorde de 37.678 novos casos também foi relatado.

Apesar de desenvolver uma das primeiras vacinas do mundo contra Covid-19, a Sputnik V, a Rússia vacinou apenas cerca de um terço de sua população, uma das taxas mais baixas da Europa.

O presidente Vladimir Putin aprovou nesta semana uma paralisação de locais de trabalho em todo o país na primeira semana de novembro, e a capital Moscou vai reimpor um bloqueio parcial a partir de 28 de outubro, com apenas lojas essenciais, como farmácias e supermercados, autorizadas a permanecer abertas.

Mais Recentes da CNN