Museus de Viena lançam conta no OnlyFans para exibir obras de arte ‘explícitas’

Ação é uma forma de resposta à censura de imagens de obras de arte com nudez em plataformas como o Instagram, o Facebook, o Twitter e o Tik Tok

A Galeria Albertina, em Viena, Áustria
A Galeria Albertina, em Viena, Áustria Divulgação/Galeria Albertina

Hannah Ryanda CNN

Ouvir notícia

A cidade de Viena está adotando uma abordagem não convencional em relação à censura da arte e recorreu à plataforma online para adultos OnlyFans para exibir suas obras de arte mais “explícitas”.

O escritório de turismo da capital austríaca está agora apresentando arte de quatro dos museus mais reverenciados de Viena na plataforma somente para adultos, em resposta ao bloqueio de alguns conteúdos de arte contendo nudez nas redes sociais.

Alguns dos museus da Áustria, incluindo o Museu Albertina e o Museu Leopold, recentemente tiveram problemas para postar suas obras de arte nas contas sociais, levando à censura de algumas peças de arte que incluem nudez.

Em julho, a conta TikTok do Museu Albertina foi suspensa, e posteriormente bloqueada, por exibir obras do artista e fotógrafo japonês Nobuyoshi Araki que mostravam um seio parcialmente escurecido.

Em 2019, o Instagram disse que uma pintura do lendário artista flamengo Peter Paul Rubens violou as diretrizes da comunidade. No início deste ano, quando o Museu Leopold celebrou seu 20º aniversário, um vídeo carregado no Facebook e Instagram contendo trabalhos de Koloman Moser foi rejeitado porque as plataformas o marcaram como “potencialmente pornográfico”.

Agora, essas obras e mais do “conteúdo para 18+” de Viena podem ser encontrados em tela cheia e sem filtros no OnlyFans, um site baseado em assinatura, mais conhecido como uma plataforma para compartilhar e visualizar conteúdo pornográfico.

O conselho de turismo da capital disse que Viena é o lar de “alguns dos artistas mais famosos do mundo […], cujas obras ultrapassaram os limites do que era considerado aceitável na arte e na sociedade da época, […] Não é surpreendente saber que algumas de suas obras de arte caíram em desgraça com os censores há mais de 100 anos. ”

“E a batalha contra a censura ainda continua: com o surgimento das mídias sociais, proibições como essas estão ganhando as manchetes mais uma vez. Os principais canais de mídia social como Instagram e Facebook estão firmemente visando nudez e sexo. Conteúdo ‘lascivo'”.

O conselho de turismo também disse que “Viena e suas instituições artísticas estão entre as vítimas desta nova onda de pudor”, e afirmou que é por isso que decidiu colocar “as mundialmente famosas obras de arte ‘explícitas’ da capital em uma conta no OnlyFans.”

O conselho de turismo de Viena também abordou a natureza sem censura da OnlyFans, dizendo que a plataforma “sacudiu a mídia social ao fornecer aos criadores uma plataforma onde eles poderiam compartilhar livremente conteúdo pornográfico e com nudez com os assinantes.”

Todos os assinantes da conta receberão um cartão gratuito da cidade de Viena ou um ingresso grátis para qualquer um dos museus apresentados onde o conselho de turismo disse que “as obras de arte em questão podem ser vistas na pele sem censura”.

A OnlyFans enfrentou problemas relacionados à censura em agosto deste ano, quando proibiu o “conteúdo sexualmente explícito” – uma decisão que foi recebida com tal reação que foi revertida poucos dias após seu anúncio.

Texto traduzido. Leia o original em espanhol.

Mais Recentes da CNN