Prime Time

seg - sex

Apresentação

Ao vivo

A seguir

    Necessidades humanitárias aumentam a cada dia na Ucrânia, diz Cruz Vermelha

    Equipe médica e especialistas em contaminação por armas serão enviados ao país

    Refugiados acampam perto da fronteira entre a Ucrânia e a Polônia
    Refugiados acampam perto da fronteira entre a Ucrânia e a Polônia Foto: Beata Zawrzel/NurPhoto via Getty Images

    Camille CoutoIsabelle Resendeda CNN

    Rio de Janeiro

    Ouvir notícia

    O Comitê Internacional da Cruz Vermelha (CICV) vai enviar à Ucrânia médicos, especialistas em contaminação por armas, e outros membros da equipe de emergência, além de 28 kits de feridos de guerra.

    Cada kit tem suprimentos médicos suficientes para tratar cerca de 50 pessoas que sofreram lesões traumáticas graves. O Comitê também está reunindo itens de ajuda para os refugiados, bem como kits de primeiros socorros e outros suprimentos médicos básicos.

    À CNN, o Comitê informou que até o início da crise atual, a Ucrânia já era uma das maiores operações no mundo, com 600 funcionários, porém, com a escalada de violência na região, o órgão precisou aumentar a equipe e o orçamento.

    Há oito anos atuando no país, a Cruz Vermelha Internacional está presente em 16 regiões da Ucrânia e desde o início da invasão Russa vem reforçando as ações humanitárias no continente.

    “Nossas equipes estão respondendo às necessidades sempre que podem (por questões de segurança). O conflito aumenta de hora em hora. As necessidades humanitárias são enormes e pioram a cada dia”, disse o Comitê Internacional da Cruz Vermelha.

    Recentemente, o CICV entregou 2,5 toneladas de insulina ao centro de endocrinologia em Odessa, cidade da região portuária. A quantidade do medicamento é suficiente para atender 6.500 pessoas por 6 meses. Além disso, integrantes do Comitê se articulam com a organização Médicos Sem Fronteiras (MSF) para entregar materiais cirúrgicos aos três principais hospitais de Kiev, capital ucraniana.

    Os voluntários relatam que a situação na Ucrânia é incrivelmente tensa, perigosa e angustiante para a população. Segundo eles, muitas pessoas não têm água, eletricidade e conectividade telefônica mínima. A maior preocupação dos cidadãos é com suas famílias.

    “As pessoas estão tentando desesperadamente entrar em contato com seus parentes, mas a conectividade com a internet é muito ruim. As pessoas estão buscando segurança em abrigos, muitas vezes por horas a fio” relata o Comitê.

    Na região de Donetsk, as equipes já doaram 500 pacotes de alimentos e kits de higiene para a cidade de Gorlovka, além de medicamentos, plásticos e outros itens. Outros 750 kits de alimentos serão entregues em Kurenivka, Obolon e Podil.

    Mais de 4 mil pessoas que estão em abrigos também receberam alimentos, água e itens de higiene, além de suprimentos médicos — kits para feridos de guerra e kits de primeiros socorros — para hospitais em Mariupol.

    Em Kiev, foram entregues kits de feridos de guerra para tratar pessoas com traumas, queimaduras e ferimentos a bala em dois hospitais da cidade, incluindo um dos principais hospitais de trauma da cidade. Estes foram suprimentos doados pelo CICV e Médicos sem Fronteiras e entregues pela Cruz Vermelha Ucraniana.

    Mais Recentes da CNN