Prime Time

seg - sex

Apresentação

Ao vivo

A seguir

    Netanyahu diz que luta contra o Hamas está perto do fim, mas guerra continuará

    Premiê diz que após o término das fases intensas de combate, Israel poderá mobilizar suas forças para o norte, na fronteira com o Líbano

    O primeiro-ministro israelense, Benjamin Netanyahu, participa de cerimônia em memória dos mártires de Altalena, no cemitério Nachalat Yitzhak, em Givatayim, Israel
    O primeiro-ministro israelense, Benjamin Netanyahu, participa de cerimônia em memória dos mártires de Altalena, no cemitério Nachalat Yitzhak, em Givatayim, Israel 18/06/2024Shaul Golan/Pool via REUTERS

    Da Reuters

    O primeiro-ministro israelense, Benjamin Netanyahu, disse, neste domingo (23), que a fase de intensos combates contra o Hamas está chegando ao fim, mas que a guerra não terminaria até que o grupo islâmico deixasse de controlar a Faixa de Gaza.

    Quando os intensos combates terminarem em Gaza, disse Netanyahu, Israel poderá mobilizar mais forças ao longo da frente contra o Hezbollah, apoiado pelo Irã, no Líbano.

    “Após o término da fase intensa, teremos a possibilidade de deslocar parte das forças para o norte. E faremos isso. Antes de mais nada, para fins defensivos. E, em segundo lugar, para trazer nossos residentes para casa”, disse Netanyahu em uma entrevista ao Canal 14 de Israel.

    “Se pudermos, faremos isso diplomaticamente. Se não, faremos de outra forma. Mas levaremos (os moradores) para casa”, disse.

    Muitas moradores de cidades israelenses próximas à fronteira com o Líbano tiveram de ser retirados durante os combates.

    Netanyahu também reiterou sua rejeição à ideia de que a Autoridade Palestina, sediada na Cisjordânia, administre Gaza no lugar do Hamas.