Prime Time

seg - sex

Apresentação

Ao vivo

A seguir

    “Nós estamos matando o futuro da humanidade”, diz Lula sobre morte de crianças na guerra

    Número de crianças mortas na Faixa de Gaza passou de 700, segundo o Fundo das Nações Unidas para a Infância (Unicef)

    ”Nós estamos matando o futuro da humanidade” diz Lula sobre morte de crianças na guerra
    ”Nós estamos matando o futuro da humanidade” diz Lula sobre morte de crianças na guerra Foto: Marcelo Camargo/Agência Brasil

    Brenda SilvaAna Patrícia Alvesda CNN

    em Brasília

    O presidente Luiz Inácio Lula da Silva (PT) voltou a pedir o fim do conflito entre Israel e Hamas nesta segunda-feira (23). Disse que, ao matar crianças, o confronto mata o futuro da humanidade.

    Na semana passada, o número de crianças mortas na Faixa de Gaza passou de 700, segundo o Fundo das Nações Unidas para a Infância (Unicef).

    “Eu estou vendo a quantidade crianças que foram mortas na Palestina, lá em Gaza, e que foram mortas em Israel. Não é possível. Nós estamos matando o futuro da humanidade”, afirmou Lula durante evento de entrega de unidades habitacionais do programa Minha Casa, Minha Vida.

    Lula, que ainda se recupera da cirurgia no quadril, participou de forma virtual e aproveitou o discurso para também falar da violência contra crianças aqui no Brasil. “Esse país merece viver com amor, esse país merece viver sem ódio”, completou.

    Ataque em São Paulo

    Nesta segunda-feira (23), uma aluna morreu e outras três pessoas ficaram feridas após tiros serem disparados nas dependências da Escola Estadual Sapopemba, localizada na zona leste de São Paulo. As autoridades ainda investigam as circunstâncias da ocorrência.

    Nas redes sociais, Lula se posicionou sobre o caso e afirmou ter recebido “com muita tristeza” a notícia. “Não podemos normalizar armas acessíveis para jovens na nossa sociedade e tragédias como essas”, escreveu.

    VÍDEO: Autoridades palestinas: bombardeios em Gaza deixam 436 mortos, sendo 180 crianças