Nova York retoma aulas presenciais com 100% da capacidade em todas as escolas

Cidade tem cerca de 1 milhão de estudantes na rede pública e estabeleceu regras para retorno integral

Pedro Moreira

Em Nova York

Ouvir notícia

As aulas presenciais foram retomadas em escolas da cidade de Nova York com 100% da capacidade nesta segunda-feira (13). Esta é a primeira vez que elas reabrem por completo desde março do ano passado.

Nova York é o maior distrito educacional dos Estados Unidos, com 1 milhão de estudantes na rede pública de ensino. Com a pandemia de Covid-19, as aulas estavam em formato híbrido, mas, a partir desta semana, apenas alunos com comorbidades podem ter acesso integral ao ensino remoto.

O retorno às salas de aula é feito com o uso obrigatório de máscaras pelas crianças. Além disso, todos os professores e funcionários escolares são obrigados a se vacinarem. A medida foi anunciada pelo presidente Joe Biden na semana passada.

Servidores públicos federais têm até o dia 27 de setembro para tomar pelo menos a primeira dose do imunizante contra a Covid-19.

Nos Estados Unidos, crianças maiores de 12 anos já podem tomar a vacina. Se uma turma escolar com alunos menores de 12 anos registrar casos de Covid-19, as aulas ficam suspensas por 10 dias para todos daquela sala.

Mas, em casos de incidências da doença em alunos na faixa etária para receber o imunizante, apenas quem apresentar sintomas da Covid-19 é dispensado das aulas.

O país registra aumento de casos de infecção por coronavírus em crianças. Somente nas duas semanas entre o final de agosto e início de setembro, os casos aumentaram 10%. A alta é atribuída à variante Delta.

Agosto também foi o mês que mais registrou internações de crianças desde o início da pandemia nos Estados Unidos. No entanto, levantamento da Associação Americana de Pediatria constata que o número de mortes entre crianças por Covid-19 é apenas 0,01%.

 

(Publicado por Sinara Peixoto)

Mais Recentes da CNN