Prime Time

seg - sex

Apresentação

Ao vivo

A seguir

    OEA aprova resolução que condena invasão de embaixada do México no Equador

    Forças de segurança entraram no local para prender ex-vice-presidente equatoriano Jorge Glas

    Bandeira da Organização dos Estados Americanos (OEA)
    Bandeira da Organização dos Estados Americanos (OEA) Juan Manuel Herrera/OAS/OEA

    Da CNN

    O Conselho Permanente da Organização dos Estados Americanos (OEA) aprovou nesta quarta-feira (10) uma resolução que condena a invasão da embaixada do México em Quito por forças de segurança do Equador para prender o ex-vice-presidente equatoriano Jorge Glas.

    O texto foi aprovado com 29 votos a favor, um voto contrário, uma abstenção e dois países ausentes.

    O documento reafirma “a obrigação de todos os Estados de garantir o respeito aos privilégios e imunidades de missões diplomáticas e ao princípio de inviolabilidade, de acordo com o direito internacional, como requisito fundamental e crucial para as relações pacíficas entre os países”.

    A resolução também reforça os locais de missão diplomática não devem ser utilizados de maneira incompatível com suas funções.

    A OEA pediu ainda que o México e o Equador iniciem um diálogo e tomem ações imediatas para resolver o assunto.

    Durante uma sessão extraordinária da organização na terça-feira (9), o Equador havia pedido que a OEA atualizasse as regras de asilo político para “para erradicar os novos fenômenos do crime organizado internacional”.