Prime Time

seg - sex

Apresentação

Ao vivo

A seguir

    ONU decide suspender Rússia do Conselho de Direitos Humanos

    Foram 93 votos para sim, 24 para não e 58 abstenções

    Ingrid Oliveirada CNN

    Ouvir notícia

    Assembleia-Geral da Organização das Nações Unidas (ONU) determinou que a Rússia deve ser suspensa do Conselho de Direitos Humanos. O Brasil se absteve da decisão.

    Foram 93 votos para sim, 24 para não e 58 abstenções. 

    Ronaldo Costa Filho, embaixador do Brasil na ONU, falou em reunião que o “Brasil está comprometido em encontrar formas de cessar as hostilidades imediatamente, promover um diálogo real em busca de uma solução sustentável e pacífica, garantindo respeito aos direitos humanos e ao direito humanitério”.

    Mais cedo, embaixador ucraniano Sergiy Kyslytsya pediu que todos países apoiassem a decisão. “Agora o mundo chegou a um momento crucial. Testemunhamos que nosso transatlântico está passando por uma neblina traiçoeira em direção a icebergs mortais. Parece que devemos chamá-lo de Titanic em vez de Conselho de Direitos Humanos”, disse Kyslytsya.

    Já o vice-embaixador russo na ONU, Gennady Kuzmin, pediu a todos os Estados membros das Nações Unidas que rejeitem a decisão que suspende a Rússia do Conselho de Direitos Humanos, chamando o projeto de “um precedente perigoso”.

    Em um rascunho da decisão, a Assembleia-Geral disse que “suspenderia os direitos de participação no Conselho de Direitos Humanos de um membro do Conselho que cometesse violações graves e sistemáticas dos direitos humanos”.

    A Assembleia-Geral precisava de dois terços dos votos a favor para remover a Rússia do conselho.

    Veja os países que votaram contra, quem se absteve e quem votou a favor.

    Resultado da votação na ONU que suspendeu a Rússia do Conselho de Direitos Humanos
    Resultado da votação na ONU que suspendeu a Rússia do Conselho de Direitos Humanos / Reprodução/CNN Brasil (7.abr.2022)

     

    Mais Recentes da CNN