Prime Time

seg - sex

Apresentação

Ao vivo

A seguir

    ONU diz que escola atingida por ataque de Israel em Gaza abrigava 6 mil pessoas

    Autoridades registraram ao menos 40 mortes no local

    Ataque aéreo israelense no centro da Faixa de Gaza
    Ataque aéreo israelense no centro da Faixa de Gaza Reuters

    Abeer SalmanJonny Hallamda CNN

    A agência da ONU para refugiados palestinos em Gaza disse nesta quinta-feira (6) que “outro dia horrível” tomou conta do enclave depois que dezenas de pessoas foram mortas em um ataque aéreo israelense contra uma escola no centro de Gaza.

    O edifício, localizado no campo de refugiados de Nuseirat, era administrado pela Agência de Ajuda e Trabalho da ONU para Refugiados da Palestina (UNRWA), antes de fechar no início da guerra.

    O chefe da UNRWA, Philippe Lazzarini, disse que a escola abrigava 6 mil pessoas deslocadas quando foi atingida sem aviso prévio às autoridades locais.

    Lazzarini disse no X, “as alegações de que grupos armados podem estar dentro do abrigo são chocantes. No entanto, não podemos verificar essas alegações.”

    “Atacar, mirar ou usar edifícios da ONU para fins militares é um desrespeito ao Direito Internacional Humanitário”, disse Lazzarini.

    “Atingir as instalações da ONU ou usá-las para fins militares não pode se tornar a nova norma”, acrescentou.

    Os militares israelenses confirmaram que realizaram o ataque aéreo em Nuseirat. Israel afirma que o alvo era um complexo do Hamas que operava dentro da escola. O porta-voz militar israelense coronel Peter Lerner disse mais tarde aos jornalistas que os militares não estavam “cientes de quaisquer vítimas civis.”

    Este conteúdo foi criado originalmente em inglês.

    versão original