Contra aquecimento global, cidade finlandesa se candidata a Olimpíadas de Verão

Candidatura fictícia de Salla, que fica no Círculo Polar Ártico, chama a atenção para o aquecimento global

Da CNN, em São Paulo

Ouvir notícia

 

A pequena cidade finlandesa de Salla, considerada uma das mais frias do país, resolveu chamar a atenção para o aquecimento global de maneira inusitada: candidatou-se para os Jogos Olímpicos de Verão de 2032. A cidadae fica na região mais gelada do país nórdico, no Círculo Polar Ártico, mas a temperatura tem aumentado com o passar dos anos. 

A temperatura na cidade chega a 50 graus negativos, no entanto, mas o vídeo promocional da campanha diz: “O calor está chegando”. A iniciativa criativa e bem humorada chama a atenção para o problema climático. Moradores locais argumentam que, com as temperaturas cada vez mais quentes, em doze anos será possível criar competições no lago, que está derretendo. 

“Já temos o coração quente e em breve também teremos um lugar quente”, afirma o anúncio, que acrescenta que, em breve, haverá areia no lugar de gelo.

Ambientalistas afirmam que o inverno em Salla está, realmente, cada vez mais curto. Com a paisagem derretendo, os organizadores da campanha trazem urgência para o problema. Pedem uma ação imediata, antes que as mudanças climáticas sejam irreversíveis. 

“É um protesto. A cidade que amamos pode deixar de existir como a conhecemos. Queremos viver aqui como vimemos por milhares de anos, como parte da natureza”, diz Erkki Parkkine, prefeito de Salla. A iniciativa tem o apoio da organização “Sexta-feira para o Futuro”, liderado por Greta Thunberg.

(Publicado por Leonardo Lellis)

Mais Recentes da CNN