Prime Time

seg - sex

Apresentação

Ao vivo

A seguir

    Pelo menos 1.932 civis morreram desde o início da guerra na Ucrânia, diz ONU

    Dados do Escritório do Alto Comissariado das Nações Unidas para os Direitos Humanos inclui ainda 2.589 feridos

    Civis tentam escapar do confronto na Ucrânia
    Civis tentam escapar do confronto na Ucrânia Getty Images

    Ingrid Oliveirada CNN

    em São Paulo

    Ouvir notícia

    Em nova atualização da Organização das Nações Unidas (ONU), dados mostram que pelo menos 1.932 civis foram mortos e 2.589 ficaram feridos desde que a guerra na Ucrânia começou, em 24 fevereiro.

    O número de mortes registradas, compilado até o dia 12 de abril, inclui 485 homens, 313 mulheres, 31 meninas e 54 meninos, e 72 crianças e 977 adultos cujo sexo ainda é desconhecido, segundo o Escritório do Alto Comissariado das Nações Unidas para os Direitos Humanos (ACNUDH) em comunicado nesta quarta-feira (13).

    Dentre os feridos, 297 são homens, 222 mulheres, 52 meninas, 52 meninos, 146 crianças e 1.820 adultos cujo sexo ainda é desconhecido.

    Segundo o documento, a maioria das vítimas civis foi atingida por armas explosivas com ampla área de impacto, incluindo bombardeios de artilharia pesada e sistemas de foguetes de lançamento múltiplo, mísseis e ataques aéreos.

    O ACNUDH acredita que os números reais são consideravelmente maiores, pois o recebimento de informações de alguns locais onde ocorreram intensas hostilidades foi adiado e muitos relatórios estão ainda pendentes de avaliação.

    De acordo com o comunicado, em locais como Mariupol, região de Donetsk, Izium, em Kharkiv, bem como Popasna, em Luhansk e Borodianka, situada em Kiev, há alegações de várias baixas civis. Esses números estão sendo corroborados e não estão incluídos nas estatísticas acima.

     

    Mais Recentes da CNN